Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 27 de novembro de 2016

Fabiana Beltrame se despede do remo com título na Lagoa Rodrigo de Freitas Campeã mundial de 2011 vence etapa do estadual da modalidade no último evento de sua carreira e recebe homenagem no pódio do Campeonato Estadual de remo

Por Rio de Janeiro
Maior atleta do remo brasileiro, entre homens e mulheres, Fabiana Beltrame, que representa o Vasco da Gama, se aposentou na manhã deste domingo com vitória. No último evento de sua carreira, ela venceu o Skiff Simples Peso Leve da quarta etapa do Campeonato Estadual e encerrou com um triunfo sua vida dentro do remo profissional. A prova foi disputada na Lagoa Rodrigo de Freitas, local de disputas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. No pódio, ao lado da filha Alice, ela recebeu uma homenagem (veja o vídeo aqui).
Fabiana se despediu do remo neste domingo (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)Fabiana se despediu do remo neste domingo (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
As homenagens começaram com a filha Alice entrando na cerimônia de pódio com flores. Depois, o marido e remador Gibran Cunha pegou o microfone e se declarou para a esposa. Depois, as remadoras do Vasco entraram no pódio e puxaram um "Fabi, Fabi". Depois, foi comparada a Ayrton Senna, Maria Ester Bueno e Pelé, pelo sucesso e legado em uma modalidade. 
- Só tenho a agradecer ao Rio de Janeiro, foram onze anos muito especiais, o ápice da minha carreira foi aqui. Queria agradecer minha família, o presidente da Federação, aos adversários, que fazem a gente crescer, e aos meus ídolos, que fizeram com que eu chegasse aqui. Espero que eu consiga ser esse ídolo para alguns, para que eles vejam que é possível ser campeão mundial, campeão olímpico. Vamos continuar acreditando no remo do Brasil - disse a remadora. 
fabiana beltrame remo single skiff medalha de ouro (Foto: Agência AP)fabiana beltrame remo single skiff medalha de ouro no Mundial (Foto: Agência AP)
Nascida em Florianópolis e radicada no Rio de Janeiro, a remadora participou de três edições das Olimpíadas: Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012. Em 2011, ela atingiu o ápice da carreira ao conquistar o ouro no Mundial de Bled, na Eslovênia. Para a Rio 2016, Fabiana aguardava uma vaga por convite que não veio. Apesar de ter conseguido o índice para os Jogos, ela não foi convocada pela Confederação Brasileira de Remo uma vez que cada país, mesmo classificando mais barcos, pode enviar apenas um por gênero. 
As convocadas foram Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi, do double skiff peso-leve, que alcançaram melhor colocação no Pré-Olímpico. Fabiana passou o ciclo olímpico em busca de uma parceira de alto nível para competir no double skiff da Olimpíada. A outra possibilidade seria aumentar o peso para competir em outra categoria do single skiff, prova na qual o Brasil tinha convite, contudo, teria de enfrentar adversárias mais fortes. A remadora só não contava que fosse formado um barco duplo forte, que acabou ficando com a vaga para a Rio 2016 e tirando a sua chance de se despedir da forma que sonhava. 
Postar um comentário