Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Guilherme Biteco relembra o começo da carreira com o irmão, Matheus: ‘Vou jogar por mim e por ele’

Matheus (E) e Guilherme Biteco: irmãos começaram no Grêmio Foto: Reprodução / Instagram
Marjoriê Cristine

No momento em que a tragédia com o avião da Chapecoense choca o mundo, as famílias lidam com a dor da perda. O meia Guilherme Biteco, do Ceará, perdeu o irmão, amigo e ex-companheiro de time, Matheus Biteco, meia do time catarinense. O jogador gaúcho ainda está em choque com o que aconteceu e explicou que os pais estão consternados. Matheus, que tinha 21 anos, deixou o pequeno Miguel, de apenas quatro meses e a mulher, Daiele.

Guilherme afirmou que quando o sobrinho crescer vai ser o primeiro a falar que seu pai foi um grande homem.
- É muito triste. Uma perda muito grande, porque ninguém esperava isso. Tão novo... Está todo mundo desolado, triste. Espero que ele descanse em paz. O filho dele tem só quatro meses, não entende nada. Quando ele crescer, vou explicar que o pai dele foi um grande homem – disse o jogador.
Guilherme e Matheus começaram a jogar futebol juntos no Grêmio, onde subiram para o time principal ao mesmo tempo. O meia afirmou que, agora, vai jogar por ele e pelo irmão.

- Meu irmão sempre jogou comigo, começamos juntos na base do Grêmio, subimos juntos para o profissional do clube. O meu primeiro gol foi com passe do meu irmão. Eu vou sentir uma saudade imensa. Ele foi embora, mas eu vou dar a volta por cima. Vou jogar por mim e por ele – disse.

A família ainda não decidiu quem irá viajar até a Colômbia para trazer o corpo de Matheus, que será levado para Porto Alegre, cidade onde nasceu e será enterrado.
Postar um comentário