Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 26 de novembro de 2016

Pupilo de Anderson Silva é finalizado no primeiro round no UFC Austrália Khalil Rountree perde para Tyson Pedro, que encaixa o mata-leão e vence em sua estreia no Ultimate. Todas as lutas do card preliminar terminam nas mãos dos jurados

Por Melbourne, Austrália
Anderson Silva apontou Khalil Rountree, seu companheiro de treinos, como futuro campeão do Ultimate. Não foi desta vez, porém, que o "Cavalo de Guerra" venceu na organização. No sábado, no UFC Austrália, ele perdeu para Tyson Pedro, por finalização, aos 4m07s do primeiro round, amargando o segundo revés consecutivo.
Khalil Rountree x Tyson Pedro no UFC Austrália (Foto: Getty Images)Tyson Pedro arrocha o mata-leão após espalhar o frango, momentos antes de faturar a vitória na Austrália (Foto: Getty Images)

- Ele luta como um tanque, mas eu não podia deixá-lo vencer depois que me recuperei. Obrigado aos meus familiares, aos patrocinadores e ao público aqui. Essa torcida é incrível! Esta foi só mais uma luta, não fez muita diferença (estrear no UFC). Muitas pessoas acharam que ele passaria por cima de mim. Eu só queria estar no card. Pedi o meu dinheiro, pois está chegando o Natal (risos) - declarou Pedro, invicto no MMA.
Khalil Rountree começou melhor o combate. Explosivo, conectou uma "bomba" de esquerda logo nos primeiros movimentos, levando Tyson Pedro a knockdown. Pedro, porém, absorveu bem o
golpe, se levantou e buscou a queda. Após conseguir levar o pupilo de Anderson Silva para o solo, Tyson Pedro iniciou, ali, a trajetória para a vitória. Ao abrir espaço, Pedro conseguiu a montada e, rapidamente, foi para as costas de Khalil. Ligeiro, espalhou o frango, encaixou o mata-leão e forçou o oponente a dar os três tapinhas.
Khalil Rountree x Tyson Pedro (Foto: Getty Images)Estreia vitoriosa: Tyson Pedro debutou com o pé direito na organização e segue invicto no MMA (Foto: Getty Images)


Taylor vence Ham por pontos
Danielle Taylor e Seo Hee Ham não travaram uma luta das mais emocionantes. A força física da americana, porém, a fez conquistar a vitória por decisão dividida (28-29, 30-27, 30-27). Após perder para Maryna Moroz, em agosto, quando debutou na companhia, Taylor sente, pela primeira vez, a sensação de sair do octógono do Ultimate em alta.

Em duelo sangrento, Kelly leva a melhor contra Camozzi

Daniel Kelly confirmou a boa fase na carreira e, aos 39 anos de idade, engatou a terceira vitória no peso-médio ao vencer Chris Camozzi por decisão unânime (29 a 28, 29 a 27, 30 a 27). O australiano sofreu um profundo corte na testa ao levar uma cotovelada no round inicial e, mesmo sangrando em abundância, manteve-se firme, impondo duros golpes ao americano.
Daniel Kelly venceu Chris Camozzi por decisão unânime (29 a 28, 29 a 27, 30 a 27) (Foto: Getty Images)Com um corte na testa, Daniel Kelly sangrou bastante, mas derrotou Chris Camozzi (Foto: Getty Images)


Depois de perder para Sam Alvey em 49 segundos, em maio do ano passado, Kelly deixou Steve Montgomery e Antônio Cara de Sapato para trás, somando o terceiro triunfo neste sábado. Camozzi - finalizado por Thales Leites em agosto - termina 2016 com duas vitórias e dois reveses.
Em duelo parelho, Brown vence Tuck
O suspense em torno do resultado da luta entre Damien Brown e Jon Tuck se manteve até o anúncio oficial de Bruce Buffer. O equilíbrio durante os três assaltos deixou o mistério no ar - e por isso Brown subiu na grade para comemorar a vitória por decisão dividida (28 a 29, 29 a 28, 29 a 28) logo escutar seu nome.
Damien Brown venceu Jon Tuck por decisão dividida no UFC Austrália (Foto: Getty Images)Damien Brown arrisca um chute frontal em Jon Tuck: australiano somou a segunda vitória seguida (Foto: Getty Images)

Brown e Tuck vivem momentos opostos no peso-leve. Enquanto o australiano - que atuou diante dos compatriotas - soma duas vitórias seguidas, Tuck amarga o segundo revés e fechará 2016 sem vitória.
Meunier fatura a primeira vitória no UFC contra Walsh
Jonathan Meunier usou e abusou de socos e chutes giratórios para vencer Richard Walsh por decisão unânime (29 a 28, 30 a 27, 30 a 27). "The French Spider" - superior durante os quinze minutos de duelo - faturou sua primeira vitória no Ultimate, deletando o revés para Colby Covington. Walsh, porém, venceu apenas um de seus últimos cinco compromissos na companhia e poderá ser dispensado.
Jonathan Meunier venceu Richard Walsh por decisão unânime no UFC Austrália (Foto: Getty Images)Jonathan Meunier acerta um direto em Richard Walsh, que corre risco de ser demitido da organização (Foto: Getty Images)


Habiliodoso, Nguyen vence Herrera

Geane Herrera tentou surpreender Ben Nguyen ao acertar uma voadora que, ao acertar o peitoral do adversário, o fez voar. Entretanto, embora tenha feito um duelo parelho, ele sucumbiu diante de Nguyen, mais consistente e habilidoso. Após três rounds agitados, Ben 10 faturou a vitória por decisão unânime (30 a 27, 30 a 26, 30 a 27), apagando o revés por nocaute técnico para Louis Smolka, em julho.

Em confronto movimentado, Knight bate Hooker

Dan Hooker sobreviveu a um mata-leão bem encaixado, endureceu nos últimos segundos de luta, porém, Jason Knight foi quem levou a melhor no duelo contra o neozelandês. Knight conquistou a vitória por pontos (29 a 28, 30 a 27, 30 a 26) após demonstrar superioridade nos 15 minutos que esteve no octógono e mereceu o triunfo.
Jason Knight venceu Dan Hooker por decisão unânime no UFC Austrália (Foto: Getty Images)Jason Knight se esforçou para finalizar Dan Hooker, mas a vitória se deu por pontos no UFC Austrália (Foto: Getty Images)


Após estrear com derrota no Ultimate, ao aceitar um duelo com pouca antecedência contra Tatsuya Kawajiri, Knight engata a segunda vitória - ele havia batido Jim Alers, em julho.

Vera quase finaliza, mas vence por pontos

Marlon Vera se recuperou da derrota para Davey Grant e superou Ning Guangyou por decisão unânime (triplo 29 a 28), em duelo válido pelo peso-pena. No lance mais inusitado do embate, o equatoriano, pendurado nas costas do oponente, utilizou as duas pernas para empurrar a grade e derrubar o oponente. "Chito" ficou próximo de finalizar no mata-leão, mas Guangyou bloqueou.
Marlon Vera venceu Ning Guangyou por decisão unânime (Foto: Getty Images)Marlon Vera venceu Ning Guangyou por decisão unânime dos jurados no card preliminar (Foto: Getty Images)
Filipino estreia bem

O peso-mosca Jenel Lausa estreou com o pé direito no Ultimate. O filipino venceu Yao Zhikui por decisão unânime (triplo 30 a 27) no duelo de abertura do evento ao aliar potência na trocação e boa movimentação. O chinês - que detém apenas uma vitória na organização - amargou o terceiro revés e corre risco de demissão.

UFC Melbourne
26 de novembro, em Melbourne (AUS)
CARD PRINCIPAL
Robert Whittaker x Derek Brunson
Jake Matthews x Andrew Holbrook
Kyle Noke x Omari Akhmedov
Yusuke Kasuya x Alex Volkanovski
Tyson Pedro venceu Khalil Rountree por finalização aos 4m07s do R1
Danielle Taylor venceu Seo Hee Ham por decisão dividida (28-29, 30-27, 30-27)
CARD PRELIMINAR
Daniel Kelly venceu Chris Camozzi por decisão unânime (29 a 28, 29 a 27, 30 a 27)
Damien Brown venceu Jon Tuck por decisão dividida (28 a 29, 29 a 28, 29 a 28)
Jonathan Meunier venceu Richard Walsh por decisão unânime (29 a 28, 30 a 27, 30 a 27)
Ben Nguyen venceu Geane Herrera por decisão unânime (30 a 27, 30 a 26, 30 a 27)
Jason Knight venceu Dan Hooker por decisão unânime (29 a 28, 30 a 27, 30 a 26)
Marlon Vera venceu Ning Guangyou por decisão unânime (triplo 29 a 28)
Jenel Lausa venceu Yao Zhikui por decisão unânime (triplo 30 a 27)
Postar um comentário