Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Federação Baiana diz que Brasileirão-2017 pode não acontecer se STJD não arquivar 'caso Victor Ramos'

ESPN.com.br
GETTY
Caso Victor Ramos pode complicar o Vitória no Campeonato Brasileiro
Caso Victor Ramos pode complicar o Vitória no Campeonato Brasileiro
A Federação Bahiana de Futebol (FBF) tomou seu partido no ‘caso Victor Ramos' e até usou algumas palavras pesadas para defender o Vitória. Segundo a entidade, o Campeonato Brasileiro de 2017 estará prejudicado e poderá até não acontecer caso o STJD não arquive o processo do Internacional, que pretende tirar pontos do clube rubro-negro para poder se salvar do rebaixamento.
Em nota oficial, a FBF mais uma vez mostra os documentos que tem e a liberação da CBF para que Victor Ramos pudesse atuar. Esses papéis já haviam sido mostrados pelo ESPN.com.br ainda em abril, quando o caso estourou pela primeira vez no Campeonato Baiano.
"A FBF não espera outra posição do STJD a não ser o arquivamento imediato do caso. Qualquer medida contrária a essa linha, que segue a lei desportiva, o Campeonato Brasileiro 2017 será prejudicado e pode não acontecer", diz a FBF.
A consulta da FBF é feita a Reynaldo Buzzoni, diretor do Registro de Transferências da CBF. E ele responde: "O jogador pertence ao Monterrey do México e estava emprestado ao Palmeiras. O clube do México não pediu o retorno dele e emprestou o jogador para o Vitória. Foi uma transferência nacional pois o ITC (certificado internacional de transferência) estava no Brasil".
O Internacional, porém, alega que a negociação é internacional e, por isso, Victor Ramos deveria também ser inscrito em um sistema da Fifa chamado TMS. Os gaúchos alegam que os baianos agiram de má fé e só passaram a considerar a transação como nacional depois que não conseguiram registrar o zagueiro do jeito que deveria.
O caso está nas mãos do STJD, que já procurou o Vitória e a CBF para entender o caso.
Veja a nota completa da FBF:
Em meio ao noticiário recente do "Caso Victor Ramos", a Federação Bahiana de Futebol (FBF), por meio de seu presidente, Ednaldo Rodrigues, posiciona-se de modo contrário ao ingresso do Sport Club Internacional no STJD pedindo a retirada dos pontos do Esporte Clube Vitória nas partidas em que utilizou o zagueiro Victor Ramos.
A Federação afirma que a condição regular do atleta foi dada pela CBF. A FBF consultou a entidade máxima do futebol nacional ainda no Campeonato Baiano de 2016. Com a sinalização positiva da Diretoria de Registro e Transferência, Victor Ramos foi liberado para atuar no Estadual. Logo depois, atuou nas demais competições da temporada de forma regular e sem nenhum tipo de problema: Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.
A FBF não espera outra posição do STJD a não ser o arquivamento imediato do caso. Qualquer medida contrária a essa linha, que segue a lei desportiva, o Campeonato Brasileiro 2017 será prejudicado e pode não acontecer.
O posicionamento da Federação não foi tomado apenas por ser o Vitória o pivô da situação. A FBF registra que se posicionaria a favor de qualquer filiado que estivesse ameaçado de exercer seu direito de competir.
Postar um comentário