Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Antônio Carlos cita Racionais Mc's e deixa Corinthians "no passado" Contratado para ser reserva das "torres gêmeas" Mina e Vitor Hugo, novo zagueiro do Verdão, formado no arquirrival, quer brilhar na "terra dos arranha-céus"

Por São Paulo

Em sua primeira entrevista coletiva como jogador do Palmeiras, Antônio Carlos tratou de mostrar respeito à dupla de defesa menos vazada do último Campeonato Brasileiro. Mas demonstrou também personalidade ao citar letra dos Racionais Mc's e dizer que seu período no Corinthians é passado.
– Sim, é claro que me senti – respondeu, quando questionado se tinha se sentido bem ao vestir a camisa 25 recebida das mãos do gerente de futebol, Cícero Souza.
– O Corinthians passou. Hoje estou com a camisa do Palmeiras e espero ganhar títulos com essa camisa – acrescentou o defensor de 23 anos e 1,91m de altura, antes de responder como se via na disputa por posição com as "Torres Gêmeas" formadas pelos igualmente grandalhões Yerry Mina e Vitor Hugo.
– Como um arranha-céu (risos). Já que estamos em São Paulo, a cidade do arranha-céu, como dizem os Racionais. Espero estar bem na bola aérea tanto para atacar, quanto para defender - brincou, parafraseando a letra "Negro Drama" do famoso grupo paulistano de rap.
Antonio Carlos Palmeiras (Foto: Tossiro Neto)Antonio Carlos usará a camisa 25 no Palmeiras (Foto: Tossiro Neto)
Antônio Carlos é uma das oito novidades do elenco do Palmeiras para 2017, mas chega para ser reserva. Além de Mina e Vitor Hugo, o elenco conta ainda com Edu Dracena e Thiago Martins, outros dois zagueiros utilizados na conquista do título brasileiro. Apesar disso, é conhecido do recém-chegado técnico Eduardo Baptista, com quem trabalhou na Ponte Preta.
– A minha ambição aqui é trabalhar forte, ajudar meus companheiros. No ano passado, o Palmeiras foi campeão, a zaga menos vazada. Total respeito aos meus companheiros, Vitor Hugo, Mina, Edu, Thiago, Augusto, da base. A todos, mas vou trabalhar forte em busca do meu espaço. Vou ajudar meus companheiros em todos os momentos – comentou.
– Trabalhei com o professor Eduardo, ele me ajudou bastante. Tenho que continuar o trabalho. Como já falei, total respeito aos meus companheiros, vou buscar meu espaço. Quando tiver oportunidade, vou aproveitar da melhor forma.
Veja abaixo como foi a entrevista coletiva de Antônio Carlos:
A força defensiva do Palmeiras em 2016 e espaço no time
– A minha ambição aqui é trabalhar forte, ajudar meus companheiros. No ano passado, o Palmeiras foi campeão, a zaga menos vazada. Total respeito aos meus companheiros, Vitor Hugo, Mina, Edu, Thiago, Augusto, a todos, mas vou trabalhar forte em busca do meu espaço. Vou ajudar meus companheiros em todos os momentos.
Você foi revelado no Corinthians. Sentiu-se à vontade aqui?
– Claro que me senti. O Corinthians, vamos dizer que passou. Hoje estou com a camisa do Palmeiras, espero ganhar títulos com essa camisa.
Relação com Eduardo Baptista
– Trabalhei com o professor Eduardo, ele me ajudou bastante. É continuar o trabalho. Como já falei, total respeito aos meus companheiros, vou buscar meu espaço. Quando tiver oportunidade, vou aproveitar da melhor forma.
Você é xará de um zagueiro que foi grande, Antônio Carlos...
– É uma cara multicampeão. Espero levar esse nome bem forte, com títulos que ele conquistou, sendo lembrado por todos. É uma felicidade muito grande.
Vitor Hugo e Mina são as Torres Gêmeas. E você, Antônio Carlos?
– Já que estamos em São Paulo, é a cidade do arranha-céu, como dizem os Racionais. Espero estar bem na bola aérea tanto para atacar, quanto para defender.
Apresente-se à torcida, Antônio Carlos!
– Eu jogo pela direita, mas também atuei pela esquerda na Ponte no ano passado. Sou bom na bola aérea, tenho bons fundamentos, e marco muito bem. Trabalho forte para aprimorar minhas técnicas a cada dia.
E o passado no Corinthians, Antônio Carlos?
– O Corinthians já passou. Fiz dois gols na Copa São Paulo, aprendi muito, mas isso é passado. Vim para o Palmeiras, vou trabalhar muito bem para conquistar meu espaço e dar títulos à torcida.
O que Eduardo vai priorizar no elenco?
– Acho que o trabalho. Vai levar quem estiver melhor fisicamente, se empenhando nos treinos. Nosso grupo é grande, unido, vamos em busca do título paulista"
Qual você acha que será seu espaço em um elenco concorrido?
– São 82 jogos no ano. Como o professor Eduardo disse, vai precisar de todo mundo. Quando eu tiver oportunidade, vou aproveitar, respeitando os companheiros. Acho que o Palmeiras foi campeão por causa da amizade que tem o grupo. É continuar assim para dar tudo certo. Vou ajudar meus companheiros.
O que é importante priorizar neste momento?
– Não podemos pecar na preparação física. Por eu ter machucado meu tornozelo no Avaí, não tive pré-temporada boa. Nessa já estou bem nos testes físicos, forte. Isso foi passado pelo doutor. Vai me ajudar para sobrar em campo quando tiver uma oportunidade.
Postar um comentário