O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Atlético-GO fará reunião nesta terça para definir futuro de Marcelo Cabo Diretor de futebol do Dragão diz que vai ouvir a versão do treinador para o seu desaparecimento, mas vê "situação ruim" e diz que imagem do clube foi afetada

Por Goiânia e Rio de Janeiro

O técnico Marcelo Cabo, do Atlético-GO, foi encontrado nesta segunda-feira pela Polícia Militar de Goiás. Em entrevista coletiva, os policiais revelaram que encontraram o treinador em um motel, na Região Metropolitana de Goiânia, e que ele não foi vítima de nenhum crime. O comandante do Dragão estava desaparecido desde a madrugada de sábado para domingo.
O diretor de futebol do Atlético, Adson José Batista, afirmou que o caso arranhou a imagem do clube. O dirigente destacou a importância de Marcelo Cabo no título da Série B de 2016, mas disse que a situação do treinador será definida em uma reunião nesta terça.
- A gente, infelizmente, está falando do Atlético em uma situação um pouco negativa, mas nós estamos dispostos a superar o problema e, acima de tudo, fazer com que o Atlético cresça a cada ano. É um clube sério, que tem uma grande estrutura, tem uma imagem. É uma situação muito ruim. Esperamos, em uma reunião com o Marcelo, que a gente possa avaliar toda a situação e ouvir o que realmente aconteceu. Foi uma situação muito complicada, muito complexa. Ficamos muito tensos e preocupados. É um profissional correto, campeão da Série B, que tem o respeito e a consideração de todos dentro do clube - disse o dirigente, ao "Redação SporTV".
Marcelo Cabo com a taça de campeão da Série B do Brasileirão 2016 (Foto: Arquivo pessoal)Marcelo Cabo com a taça de campeão da Série B do Brasileirão 2016 (Foto: Arquivo pessoal)
Adson José Batista afirmou que vai ouvir a versão de Marcelo Cabo para o seu desaparecimento, antes de tomar uma decisão sobre o seu futuro. O treinador não compareceu ao treinamento da equipe na segunda-feira.
- Temos uma imagem, uma história. É um clube que completa 80 anos. A gente precisa avaliar, tudo na vida tem limites. Queremos ouvir, ele é um ser humano. Quem somos nós para julgar as pessoas? Mas a gente tem que avaliar várias situações, como a imagem do clube e outras coisas que estão acima. Se a gente conseguir superar, ter uma postura convincente do Marcelo, a gente tem o maior interesse que ele continue, por ser um profissional correto, que tem o maior respeito de todos dentro do clube.
O diretor de futebol do Dragão afirmou que, neste primeiro momento, Marcelo Cabo foi dispensado dos trabalhos à frente do elenco.
- Nós o liberamos para ele se recuperar deste momento tão difícil. Ele teve contato com dois conselheiros do clube. A gente está procurando dar todo suporte, pensando primeiro no ser humano. Ele passou por um momento complicado. A gente vai conversar e procurar, de uma maneira equilibrada, tomar as decisões necessárias.
Marcelo Cabo chegou ao Atlético-GO em 2016 e foi o treinador durante toda a campanha do título da Série B. Adson José Batista afirmou que o histórico do técnico será levado em consideração.
- Estamos avaliando todas as situações, como o histórico dele no clube, a convivência harmônica que tivemos durante toda a Série B. A gente vai avaliar com muito cuidado, com muito critério. É isso que vamos fazer, sempre respeitando o profissional. Mas acima de tudo respeitando o clube e sua torcida, que são muito importantes para nós.
O Atlético-GO estreia no Campeonato Goiano no dia 28, com clássico diante do Vila Nova.
Postar um comentário