Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 4 de fevereiro de 2017

O que fazer com Cristian? Corinthians vive dilema sobre futuro do volante Timão tem dificuldade para negociar o meio-campista, que está fora dos planos do técnico Fábio Carille. Jogador diz que sua ideia era encerrar a carreira no clube

Por São Paulo
Cristian Corinthians Orlando (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)Barrado: Cristian não está na inscrição inicial para o Paulista (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)
Pelo segundo ano consecutivo, Cristian ficou fora da lista de inscritos do Corinthians para disputar o Campeonato Paulista – a estreia é neste sábado, às 17h (de Brasília), contra o São Bento, em Sorocaba. E, de novo, o Timão tem um problema a resolver.
Com o técnico Fábio Carille decidido a não utilizá-lo nesta temporada, a diretoria ainda não sabe o que fazer com o meio-campista.
Os altos salários são o grande entrave para que o Corinthians consiga colocar o jogador no mercado. Cristian recebe cerca de R$ 400 mil mensais, valor considerado muito alto para um jogador de 33 anos e que não tem conseguido atuar em alto nível nos últimos anos.
Durante os treinos da pré-temporada, a diretoria alvinegra chegou a consultar alguns clubes sobre o possível interesse em contratar o volante, mas as respostas foram negativas. Um deles foi a Chapecoense.
Os dirigentes hoje estão de mãos atadas sobre o caso. A tendência é de que Cristian continue treinando normalmente com o elenco. Pedir a rescisão de contrato está fora de cogitação. O jogador ainda tem luvas a receber do clube e não abrirá mão dos salários mesmo não sendo aproveitado. Frustrado, diz que gostaria de ter vida longa no clube.
Foram dois anos de muitas dificuldades, de muitas coisas que aconteceram comigo, falo de machucar, voltar e depois não ter sequência, esse ano também vai ser difícil, não vai ser fácil
Cristian, sobre a atual temporada
– Na realidade, sempre tive vontade de encerrar no Corinthians, mas a gente sabe que as coisas não funcionam do jeito que a gente quer. Eu tinha vários pensamentos, mas como as coisas não acontecem do jeito que a gente quer, pulamos algumas etapas – afirmou.
Cristian viveu situação semelhante no início do ano passado. Fora do Paulistão, ele passou a ter chances no Campeonato Brasileiro, momento em que Tite ainda buscava uma formação ideal. Mesmo com as oportunidades, o meio-campista não convenceu e passou a ser muito criticado pela torcida corintiana.
Em dezembro, período em que Cristian ainda atuava no Brasileirão, a diretoria chegou a cogitar o afastamento dele. O volante não se reapresentaria com o grupo e ficaria treinando em horários alternativos até receber ofertas. No entanto, com o atraso no planejamento para buscar reforços, a ideia foi deixada de lado.
Pouco antes da divulgação da lista do Campeonato Paulista, a reportagem teve uma breve conversa com Cristian. Veja abaixo as respostas.
GloboEsporte.com: Você inicia seu terceiro ano de contrato após dois anos de dificuldades. O que projeta para 2017?
– Foram dois anos de muitas dificuldades, de muitas coisas que aconteceram comigo, falo de machucar, voltar e depois não ter sequência, esse ano também vai ser difícil, não vai ser fácil.
Cristian, Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)Cristian recebe camisa comemorativa pelos 100 jogos, mas está fora do Paulista (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)
A concorrência será maior, já que trouxeram Gabriel e Paulo Roberto para a sua posição...
– Faz parte, acontece, não só no Corinthians, como em todos os times. O importante é você estar bem de cabeça, com a consciência tranquila para fazer um bom trabalho no campo e quando tiver as oportunidades, tentar agarrar da melhor maneira possível.
Acreditava que esse era o ano para você, enfim, deslanchar?
– Difícil falar. Na realidade, para você ter sequência, precisa estar jogando sempre, estar em atividade, não ter só um ou dois jogos, mas sempre estar atuando. Aí naturalmente as boas partidas vêm, você começa a ter confiança. Duro é quando você não tem oportunidade, e quando ela surge as pessoas já querem mostrar tudo, o ser humano é assim. É difícil, mas estamos lutando para essa hora chegar.
Próximo adversário: São Bento
Local: estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba
Data e horário: sábado, às 17h (de Brasília)
Escalação provável: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Moisés; Gabriel; Giovanni Augusto, Camacho, Rodriguinho e Marlone; Jô
Desfalques: Kazim, Walter e Danilo
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Evandro de Melo Lima
Transmissão: Premiere (com Jota Jr e William Machado)
Tempo Real: GloboEsporte.com a partir das 16h
Postar um comentário