Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 25 de março de 2017

Em eleição com chapa única, Francisco Ispo é reeleito presidente do Caiçara Presidente volta ao cargo após ser afastado em 2016; desde então o clube estava sob intervenção. Primeira atitude da nova gestão será atualizar o estatuto do clube

Por Teresina
Eleição do Caiçara (Foto: Ricardo Andrade)Eleição do Caiçara elege Francisco Ispo 
(Foto: Ricardo Andrade)
Ex-presidente afastado, Francisco Ispo foi reeleito para a presidência do Caiçara Esporte Clube na manhã deste sábado, em eleição realizada na Câmara de Vereadores de Campo Maior. O pleito teve chapa única, pois a chapa da oposição foi impedida de concorrer por estar incompleta. Empossado, Ispo terá como primeira atribuição renovar o estatuto do clube, que é o mesmo desde a década de 50.
A eleição contou com o voto de 41 sócios do clube, dos quais 36 votaram na chapa Benedito Melo Gomes, encabeçada por Francisco Ispo. Os outros cinco eleitores votaram em branco. A Chapa da Verdade, oposição encabeçada por Francisco Derivaldo, teve a inscrição rejeitada devido a documento assinado por um dos componentes alegando não fazer parte do grupo, o que deixou a chapa incompleta.
Ispo foi eleito para mandato de um ano, e empossado imediatamente após a realização do pleito. Sua primeira medida no novo mandato será atualizar o estatuto do Caiçara, que ainda permanece o mesmo desde 1954.
Eleição do Caiçara (Foto: Ricardo Andrade)Eleição do Caiçara (Foto: Ricardo Andrade)
- Na próxima semana vamos sentar para viabilizar a situação administrativa do Caiçara, primeiramente atualizando o estatuto. Depois vamos pedir a ajuda da imprensa, do poder público, para recuperar o futebol de Campo Maior. Temos que salvar a autoestima do torcedor campo-maiorense – disse o presidente eleito.
O Caiçara não viveu bons momentos em 2016. O clube foi o lanterna do Campeonato Piauiense e acabou rebaixado para a segunda divisão. Além disso, conviveu durante toda a competição com acusações de falta de estrutura, salários atrasados e até de colocar os jogadores em situação análoga à trabalho escravo. Uma ação na Justiça alegou que a última eleição de Ispo havia sido irregular, o que causou o seu afastamento e desde então o clube se encontrava sob o comando de interventores, que deveriam organizar a nova eleição de acordo com o estatuto vigente.
Histórico

Francisco Ispo entrou na administração do Caiçara pela primeira vez em 1983, como vice. No ano seguinte, assumiu a presidência após a renúncia de Raimundo Gomes Neto, foi eleito pela primeira vez em 1985 e permaneceu no cargo até 1991, quando foi derrotado nas eleições. Depois, comandou o clube em outros dois períodos: de 1995 a 2000 e de 2011 até 2016, quando foi afastado pela Justiça.
Eleição do Caiçara (Foto: Ricardo Andrade)Eleição do Caiçara (Foto: Ricardo Andrade)
Postar um comentário