O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 11 de março de 2017

Hungaro destaca força de vontade do elenco após vitória: "Foram heróis" Técnico ressalta entrega do grupo para conseguir o resultado na partida, resistindo inclusive ao desgaste físico: "A gente conhece o jogador quando dá mais de 100%"

Por Teresina
O River-PI teve que lidar com muita pressão para vencer o Sampaio Corrêa na noite deste sábado, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. O placar de 1 a 0 foi garantido graças à resistência da equipe no final da partida, tanto contra as investidas do adversário pelo empate quanto contra o próprio desgaste físico. Ciente desta situação, o técnico Eduardo Hungaro fez questão de ressaltar o grande feito dos seus jogadores. Veja o gol da partida no vídeo acima.
- Uma vitória dessas não tem outra palavra, foi heroica. Esses meninos foram heróis. Na preleção eu pedi para eles que terminassem o jogo. Não sei se vocês conseguiram filmar o Rossales (o lateral saiu exausto de campo). A gente conhece o vestiário quando o jogador dá mais de 100%. É um ambiente que vocês da imprensa deveriam sentir. Aquele estado dos jogadores ali, eles jogaram por eles, pela família, por essa torcida fantástica do River, pela direção, pelo trabalho. Eu estou até emocionado pelo que eles fizeram dentro de campo – destacou o técnico.
River-PI x Sampaio Corrêa - Eduardo Hungaro (Foto: Stephanie Pacheco)Técnico do River-PI se mostra satisfeito com dedicação do grupo (Foto: Stephanie Pacheco)
Mas apesar da vitória e da classificação para a próxima fase estando próxima, Hungaro prefere evitar o clima de festa antecipado. Para ele, a vitória deste sábado foi de grande importância para o objetivo do clube, mas não pode ser visto como o fim da jornada. O Galo ainda enfrenta a Juazeirense pela última rodada da primeira fase.
- Não aconteceu ainda (a classificação), a gente tem que ficar com o pezinho no chão. A gente deu um passo importante, mas isso vai ser resolvido depois de 90 minutos lá na Bahia – completou.
Confira abaixo a entrevista de Eduardo Hungaro na íntegra:
Partida emocionante
O futebol tem essa peculiaridade. Quando você acha que passa por uma coisa muito grande, vem outra e diz ‘você está enganado’. O importante é ser humilde, não ter vaidade, saber gerir a situação e dar os créditos para quem verdadeiramente merece, que são esses rapazes. Os obreiros dessa obra foram eles.
Waldemar Lemos
Essa classificação, se acontecer, ela é pelo menos 60% do Waldemar. A gente chegou e contribuiu, sei da minha importância, já estou conseguindo colocar uma filosofia de trabalho, mas o Waldemar tem que ser dado a ele também. Eu cheguei com sete pontos conquistados na direção do Waldemar. É um amigo que tenho, alguém com quem tenho um relacionamento muito próximo, e essa obra da Copa do Nordeste, se acontecer, eu tenho que dividir com ele.
Essa classificação, se acontecer, ela é pelo menos 60% do Waldemar. A gente chegou e contribuiu, sei da minha importância, já estou conseguindo colocar uma filosofia de trabalho, mas o Waldemar tem que ser dado a ele também"
Eduardo Hungaro, sobre 
a classificação próxima
Apoio da torcida
A torcida fica nessa expectativa, eu já fui da arquibancada. Chega uma hora que você fica muito tenso. O jogo de futebol é jogado por 5 equipes. As duas equipes que a gente acha que estão jogando sós, mas tem uma equipe de arbitragem e uma torcida contra a outra, que também estão jogando. O jogo de futebol é um jogo emocional. Então quando a torcida empurra, quando a torcida inflama, é impossível você dentro dessa arena não se mexer. Então aquele cansaço que os jogadores estavam sentindo precisava de um empurrão, de uma gasolina extra, que só o torcedor pode trazer nesse momento. Mas a torcida foi brilhante, participou dessa vitória ativamente e tem que comemorar bastante.
River-PI x Sampaio Corrêa, Copa do Nordeste (Foto: Stephanie Pacheco)Com gol de Tety, River-PI chega aos 10 pontos (Foto: Stephanie Pacheco)
Tety
O Tety é um jogador raro porque ele ataca o espaço. É um jogador que quer duelar com o goleiro, não quer duelar com o zagueiro. A gente tem treinado muito isso, quando o passador está enquadrado na intermediária ofensiva, eu peço para ele atacar o espaço e encontrar com a bola atrás da linha da defesa. Ele é irresistível quando consegue encontrar o tempo da bola, é um jogador absolutamente irresistível que eu estou atrás desse jogador há alguns anos. Passou mal, vomitou, saiu sangue da garganta dele, vocês não sabem o que são os bastidores desse time, pós-jogo, pré-jogo, desde o Flamengo-PI quando cheguei até agora. São heróis.
Altos pelo Piauiense
Há um número de equipes pequeno e isso concentra bons jogadores. Quando você tem um número de equipes maior os jogadores de qualidade se espalham. Eu imaginava que com sete equipes, as equipes fossem equivalentes. É outra batalha com uma grande equipe. A gente assistiu o jogo que foi preliminar da nossa partida contra o Parnahyba, fez hoje um grande resultado, e isso aumenta os índices anímicos da equipe, vão entrar aqui com confiança. Vai ser uma outra batalha que a gente vai ter mas esperamos ter um bom resultado e confirmar a classificação para a semifinal.
Postar um comentário