Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 7 de março de 2017

Xodó, Sornoza relembra empolgação com proposta do Flu: "Onde assino?" Com nome em homenagem a Junior, ex-lateral do Fla, meia fala sobre momento em que soube do interesse do Tricolor: "Quando disseram qual time era, me empolguei"

Por Rio de Janeiro
junior sornoza fluminense entrevista (Foto: André Durão)Xodó da torcida tricolor, Sornoza se empolgou com o Fluminense desde o primeiro instante (Foto: André Durão)
Carisma e alegria poderiam facilmente ser os sobrenomes de Junior Sornoza. Novo xodó da torcida tricolor, o equatoriano de 23 anos mal chegou e já foi campeão, com direito a vitória sobre o Flamengo na decisão da Taça Guanabara. Vivendo uma "lua de mel" no Fluminense, o meia revelou, em entrevista ao GloboEsporte.com, sua empolgação ao saber da proposta do Tricolor no ano passado. A íntegra da conversa será publicada na manhã desta quarta-feira.

- Desde o primeiro momento que disseram que era o Fluminense eu já perguntei: "Onde que eu assino para ir agora? (risos). Se não formos campeões (da Libertadores) já saio agora!". Aí eu assinei e fiquei seis meses no Independiente del Valle porque a janela já estava fechada. Cheguei em janeiro e pude ter um bom início de ano - lembrou.




Além de saber desde o primeiro instante o que o Fluminense poderia significar em sua carreira, Sornoza revelou outro laço com o Brasil até então desconhecido. Curiosamente, seu nome, Junior, é homenagem a um ídolo do clube rival, o "Maestro", hoje comentarista da Rede Globo.

- Meu pai é muito fã de futebol e via muito futebol brasileiro. Agora que jogo aqui, ele me conta que meu nome vem de um jogador brasileiro, mas não o conheço. Imagino que seja ele (Junior, ex-Fla e comentarista da Globo). Tenho uma irmã mais velha, e quando nasci, meu pai queria um filho homem. Graças a Deus nasci eu (risos). Ele diz que tenho esse nome por causa de um jogador brasileiro. Nunca o conheci. Vou perguntar mais ao meu pai (risos) - declarou ele, que depois da entrevista confirmou a informação com seu pai.















Se sentindo em casa, o jogador falou bastante sobre várias curiosidades, como no dia em que pediu sua mulher em casamento, o que "ya sabe" falar em português e o segredo para a rápida adaptação ao Rio após uma passagem frustrada pelo México. O resto do papo especial com "Papá" você confere na manhã desta quarta-feira no GloboEsporte.com. "Vamo?"
Postar um comentário