Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 23 de abril de 2017

Atlético-MG vence URT por 3 a 0 e garante vaga na final mineira

Depois do empate por 1 a 1 na partida de ida, o Atlético-MG recebeu a URT no Independência e selou sua classificação para a final do Campeonato Mineiro. Com atuação bem mais convincente que as últimas, o Galo triunfou por 3 a 0 com gols de Rafael Moura, Robinho e Otero. 
Assim como aconteceu no primeiro jogo, o Atlético começou a partida no abafa e marcou presença no campo de ataque por pelo menos 15 minutos. O esquema tático permaneceu o mesmo, mas a entrada de Marlone e Maicosuel deram mais variações às ações ofensivas do time. 
Porém, apesar de tomar as rédeas da partida, a equipe ainda tinha dificuldades para transformar o domínio em chances de gol. As melhores oportunidades saíram nas finalizações de fora da área de Rafael Moura e Robinho. 
Mesmo precisando vencer para se classificar, a URT mostrou um comportamento pouco agressivo, mais preocupado em esfriar o jogo, e acabou castigada por isso.
Sem sucesso no jogo coletivo, coube ao Atlético recorrer ao talento individual e acabou premiado justamente quando já não ameaçava tanto. Aos 36 do primeiro tempo, Rocha colocou a bola na cabeça de Rafael Moura, que testou firme e aumentou a vantagem do Galo antes do intervalo. 
Voltando de lesão no ombro direito, o goleiro Victor fez seu primeiro jogo na temporada, mas foi um mero expectador no Independência. O camisa 1 só fez sua primeira defesa nos minutos inicias da etapa final, parando uma finalização fácil do volante Jô. Lá na frente, os companheiros melhoraram de produção e trataram de matar o jogo. Após Marlone sofrer pênalti, Robinho cobrou no centro do gol e marcou o segundo do Galo. 
Com os dois pés na final do Campeonato Mineiro, o Atlético só não terminou o jogo com goleada por capricho ou falta de sorte. Carioca já tinha carimbado o travessão de Juninho.
Depois do segundo gol, Rafael Moura ainda perdeu uma chance cara a cara com o goleiro, chutando para fora. Instantes mais tarde, Robinho parou na trave, assim como o equatoriano Cazares. Aos 44, ainda deu tempo de Otero receber de Marcos Rocha, bater cruzado e fechar a conta. 3 a 0. 

Fonte: Lance
Postar um comentário