Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Diplomatas dos EUA interrogam 'terrorista' de 3 meses em Londres O avô da criança se enganou ao responder uma enquete sobre atividades terroristas

Os funcionários da embaixada norte-americana em Londres interrogaram um bebê de três meses quando seu avô se enganou ao preencher uma enquete, informa o jornal britânico The Guardian.

Segundo a edição, o avô de Harvey Kenyon-Cairns, de três meses, respondeu "sim" à pergunta: "Você está relacionado com atividades terroristas, sabotagem ou genocídio?" Após disso, o bebê foi chamado para uma "conversa" na embaixada.
"Não consigo acreditar que eles não notaram que era um puro engano e que um bebê de três meses não podia causar qualquer dano", disse ao Guardian Paul Kenyon, que planeja uma viagem à Flórida.
 Segundo ele, o bebê "se comportou muito bem durante o interrogatório e não chorou". Kenyon também se queixou da falta do sentido de humor entre os diplomatas que "não notaram o ridículo" da situação.
 "Sem dúvida, ele não está ligado a genocídio ou espionagem, mas sabotou várias vezes suas fraldas, mas não o mencionei na embaixada", disse o avô do "terrorista".
Em resultado, a família teve de gastar mais 300 libras esterlinas por causa da recusa inicial do visto. Paul Kenyon disse que foi "um erro que saiu caro". Com informações da Sputnik 
Postar um comentário