Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 7 de abril de 2017

NYSAC volta atrás e libera atleta com implantes nos seios a lutar no UFC 210 Após rever caso e conversar com médico, entidade permite a Pearl Gonzalez fazer sua estreia no Ultimate no evento deste sábado em Buffalo, NY, contra Cynthia Calvillo

Por Buffalo, EUA
Pearl Gonzalez, UFC 210, pesagem, MMA (Foto: Reprodução/Combate)Pearl Gonzalez posa sobre a balança na pesagem cerimonial do UFC 210, na tarde de sexta-feira (Foto: Reprodução/Combate)
Após muita polêmica e reclamação do público, a Comissão Atlética do Estado de Nova York (NYSAC, na sigla em inglês) voltou atrás e decidiu liberar a lutadora Pearl Gonzalez a participar do UFC 210, em Buffalo (EUA), neste sábado. A atleta havia sido informada na manhã de sexta-feira que seria retirada do card por ter implantes de silicone nos seios, o que é proibido no manual médico da comissão, responsável pela regulamentação do torneio. Contudo, poucas horas depois e após discussões junto ao Ultimate nos bastidores, o órgão emitiu um comunicado no qual anunciou que Gonzalez estava liberada para lutar. 
"Após uma consideração cautelosa e uma revisão, incluindo uma conversa com o médico encarregado de Pearl Gonzalez, a Comissão determinou que a Sra. Gonzalez está medicamente liberada a participar no evento do UFC 210 em Buffalo, NY", diz o comunicado enviado pela NYSAC para a imprensa. Gonzalez participou normalmente da pesagem cerimonial do UFC 210, no fim da tarde, posou sobre a balança e encarou Cynthia Cavillo em seguida.
A Comissão Atlética do Estado de Nova York (NYSAC, na sigla em inglês) não permite que atletas com implantes nos seios lutem nos eventos que regulamenta. De acordo com o manual médico da NYSAC, escrito antes do MMA ser legalizado em Nova York, "devido a uma preocupação com rupturas, pugilistas que têm implantes mamários não são elegíveis a lutar em Nova York". Contudo, Gonzalez passou por exames médicos e inclusive participou da pesagem matinal desta sexta-feira, na qual ficou dentro do limite do peso-palha. Ela foi notificada da proibição e de sua retirada do evento apenas depois de se pesar.
Com a mudança de posição da NYSAC, a lutadora americana fará sua estreia no UFC no card principal do evento de sábado. Ela defende um cartel de seis vitórias e apenas uma derrota. Sua oponente, a mexicana Cynthia Calvillo está invicta em quatro lutas, incluindo uma finalização em sua estreia no UFC, em março.
Combate transmite o UFC 210 ao vivo e com exclusividade neste sábado a partir de 19h05 (horário de Brasília). O Combate.com acompanha em Tempo Real, e exibe as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo ao vivo. Confira o card atualizado:
UFC 210
8 de abril, em Buffalo (EUA)
CARD PRINCIPAL (a partir de 23h, horário de Brasília):
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Anthony Johnson
Peso-médio: Chris Weidman x Gegard Mousasi
Peso-palha: Cynthia Calvillo x Pearl Gonzalez
Peso-meio-médio: Thiago Pitbull x Patrick Côté
Peso-leve: Will Brooks x Charles do Bronx
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h15, horário de Brasília):
Peso-pena: Myles Jury x Mike de la Torre
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Sean Strickland
Peso-pena: Shane Burgos x Charles Rosa
Peso-meio-pesado: Patrick Cummins x Jan Blachowicz
Peso-leve: Josh Emmett x Desmond Green
Peso-leve: Gregor Gillespie x Andrew Holbrook
Peso-galo: Katlyn Chookagian x Irene Aldana
Peso-mosca: Magomed Bibulatov x Jenel Lausa
Postar um comentário