Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Puxão de orelha e rivalidade motivaram a Chape contra o Vasco

Gazeta Esportiva

A Chapecoense se reabilitou no Campeonato Brasileiro com uma boa vitória diante do Vasco na noite dessa quarta-feira, na Arena Condá, em Santa Catarina. E para conquistar os três pontos, o Verdão do Oeste teve dois fatores motivacionais dentro de seu elenco que fogem das orientações do técnico Vagner Mancini.
Arthur Caíke, autor de um golaço de fora da área, revelou ao Premiere de que acabou arriscando a finalização de longa distância depois de ser cobrado entre os próprios familiares.
Arthur Caíke marcou um dos gols mais bonitos de toda a rodada do Campeonato Brasileiro (Foto: Divulgação/ACF)
“Minha mãe me cobrava para chutar, meus companheiros também, esse gol é para todos os meus familiares”, disse o atacante, aos risos, na saída de campo. Agora, Arthur Caíke soma seis gols na temporada, dois no Brasileirão.
Já para Luiz Antônio, se dedicar em campo para ajudar a Chapecoense contra o Vasco era uma questão de orgulho pessoal e, assim como seu companheiro, com forte apelo familiar. Tudo isso por causa de uma rivalidade que vem da época de torcedor de Luiz Antânio.
“É um resultado que dá confiança para o jogo contra o Botafogo e para mim tem um sabor especial pois sou flamenguista e minha família é flamenguista. Ganhar do Vasco sempre é melhor”, contou o atleta revelado na Gávea.

Postar um comentário