Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 30 de julho de 2017

Vettel vence GP da Hungria; Hamilton cede 3ª posição para Bottas no fim

A Ferrari confirmou o favoritismo no final de semana e fez dobradinha no GP da Hungria. Sebastian Vettel venceu e voltou a abrir uma vantagem confortável em relação a Lewis Hamilton, que finalizou a prova, apenas na quarta colocação. Kimi Raikkonen e Valtteri Bottas, completaram o pódio.
A prova foi monótona, sem grandes emoções, pois o circuito húngaro, não permite muitas ultrapassagens, mas o destaque na prova vai para Fernando Alonso, que com o fraco carro da McLaren, equipado pelo motor Honda, finalizou na sexta colocação.
Confira como foi a prova. Na largada, Vettel se manteve a frente, seguido por Raikkonen e Bottas. Hamilton largou mal e caiu para sexto, perdendo o posto para as duas Red Bulls. Na curva seguinte, Ricciardo e Verstappen se tocaram e o australiano teve que abandonar por conta de um furo no radiador.
O carro de Ricciardo ficou atravessado na pista e o Safety Car foi acionado. A bandeira verde foi dada na volta seis, com Vettel relargando muito bem e mantendo a ponta. Hamilton foi pra cima de Verstappen, mas não conseguiu a ultrapassagem.
Por conta do toque com Ricciardo, o holandês Max Verstappen recebeu uma punição de 10 segundos. Vettel abria em relação a Raikkonen, que também tinha uma vantagem confortável para Bottas. Hamilton sofria para andar no mesmo ritmo dos líderes.
Ao fazer a parada para troca de pneus, a equipe Haas liberou o Grosjean para a pista, sem fixar o pneu trocado, com isso o francês foi obrigado a abandonar. Raikkonen diminuía sua distancia para Vettel e era constantemente mais rápido que o alemão.
Na volta 31, Bottas foi o primeiro dos ponteiros a parar, ele colocou pneus macios e a estratégia era ir até o fim. A equipe Mercedes demorou um tempo a mais na parada do finlandês. Uma volta depois, foi a vez de Lewis Hamilton parar e voltou bem próximo de Valtteri Bottas.
Vettel parou na volta 33, e teve uma parada de três segundos, muito alto, perto da média das outras paradas. Na volta seguinte, foi a vez de Raikkonen e voltou muito perto de Vettel.
Verstappen permaneceu na pista e assumiu a ponta da prova, mas ainda tinha uma punição de 10 segundos para cumprir na hora da parada.
Um duelo a parte acontecia no meio do pelotão: os conterrâneos espanhóis Sainz e Alonso, que se estranharam na largada, continuaram a batalha após a parada. Essa briga valia a sexta colocação na prova, resultado importante para ambos.
Alonso superou Sainz em uma bela manobra, por fora, mostrando provando que não é a toa que é bicampeão do mundo.
Lá na frente, Raikkonen reclamava no rádio, que Vettel não tinha um ritmo rápido e a equipe respondia que Vettel tinha um problema no carro, com isso, as Mercedes se aproximavam muito dos carros vermelhos.
Verstappen finalmente parou, na volta 43, cumpriu a punição, trocou os pneus e voltou na quinta colocação.
Bottas praticamente estacionou o carro, para Hamilton passar, deixando claro que estava cumprindo ordens da equipe, com isso o britânico assumiu a terceira colocação e caminho livre para ir para cima das Ferraris. A Mercedes disse a Bottas que se o Hamilton não conseguisse superar o Raikkonen, iria devolver a posição ao finlandês.
Na volta 59, Hamilton conseguiu utilizar o DRS pela primeira vez, para chegar em Kimi, mas o britânico cometeu um pequeno erro e perdeu um pouco de contato em relação ao finlandês.
Paul Di Resta, que substituía Felipe Massa na prova, abandonou na volta 62, com problemas no carro. Hamilton não conseguiu superar Raikkonen e devolveu a terceira colocação para Bottas na última curva.
Vettel venceu, e voltou a abrir uma boa vantagem na liderança em relação ao britânico da Mercedes. Raikkonen cruzou em segundo, com Bottas em terceiro.
A Fórmula 1 terá uma semana de testes na Hungria e depois entrará em período de férias. A próxima etapa, o GP da Bélgica, será disputada entre os dias 25 e 27 de agosto.
Confira o resultado do GP da Hungria:
1) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
2) Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari)
3) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
4) Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
5) Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer)
6) Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda)
7) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso-Renault)
8) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes)
9) Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes)
10) Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda)
11) Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)
12) Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault)
13) Jolyon Palmer (ING/Renault)
14) Lance Stroll (CAN/Williams-Mercedes)
15) Pascal Wehrlein (ALE/Sauber-Ferrari)
16) Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari)
OUT) Nico Hülkenberg (ALE/Renault)
OUT) Paul Di Resta (ESC/Williams-Mercedes)
OUT) Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari)
OUT) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer)

Fonte: F1 Mania
Postar um comentário