Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Bem no jogo aéreo e por dentro, Paquetá será a referência do ataque rubro-negro Jovem terá companhia dos pontas Everton e Berrío nesta quinta-feira, às 21h45, quando Flamengo e Cruzeiro fazem o primeiro jogo da final da Copa do Brasil

Por Fred Gomes, Rio de Janeiro

Lucas Paquetá será a referência do ataque rubro-negro nesta quinta-feira, às 21h45, contra o Cruzeiro, no duelo que abre a decisão da Copa do Brasil - a finalíssima está marcada para o dia 27, em Belo Horizonte.
Após vários testes, o técnico Reinaldo Rueda decidiu apostar no potencial que Paquetá tem para segurar a bola, atuar de costas para o gol e o bom aproveitamento no jogo aéreo demonstrado contra o Atlético-GO e potencializado pelos 1,81m de altura. Ele, inclusive, destaca a facilidade que o jogador de 20 anos tem para "jogar interiormente" (leia mais abaixo), ou seja por dentro, voltando para buscar a bola.
A sete dias de completar um mês de Flamengo, Rueda tem feito várias experiências para se familiarizar com o elenco. Nesta semana, rodou bastante o ataque rubro-negro. Uma das opções foi com Berrío. Ele chegou a ser utilizado como referência, mas também como ponta-direita, posição onde mais atuou desde que chegou à Gávea. Vale lembrar que já jogara assim com o próprio treinador no Atlético Nacional.
Lucas Paquetá será a referência rubro-negra contra o Cruzeiro; na imagem, ele brinca com Vinicius Júnior (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)Lucas Paquetá será a referência rubro-negra contra o Cruzeiro; na imagem, ele brinca com Vinicius Júnior (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)Lucas Paquetá será a referência rubro-negra contra o Cruzeiro; na imagem, ele brinca com Vinicius Júnior (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Vinicius Júnior foi testado ao lado de Berrío também nesta semana, pelo lado esquerdo

Nesta quarta-feira, véspera da final, Rueda analisou as diferenças entre Vinicius Júnior e Paquetá. Ao fazê-lo, lembrou que o primeiro não tem atuado como centroavante. Além disso, destacou qualidades do último que se encaixam em características pedidas para um homem de referência.
- Vinicius é um jogador que em sua formação nos juvenis e no sub-20 fez muitos gols e se comportou muito bem como centroavante, mas agora joga mais como extremo, com perfil mudado, o que também é uma grande fortaleza por sua potência.
- Vocês viram contra Goianiense, Paquetá foi mais um volante misto e com características muito especiais pelo seu caráter, por inteligência do jogo, pela forma como sabe joga interiormente e pela agressividade que tem. É muito oportunista no jogo aéreo. Paquetá e Vinicius são muito diferentes, mas os dois têm grande vocação e agressividade ofensiva, é a vantagem da juventude essa potência física. É esperar que, quando tiverem a oportunidade, possam aproveitá-la para o bem da equipe - afirmou.
Veja como fica a configuração ofensiva do Flamengo acima (Foto: Reprodução)
Veja como fica a configuração ofensiva do Flamengo acima (Foto: Reprodução)
Veja como fica a configuração ofensiva do Flamengo acima (Foto: Reprodução)
O provável Flamengo que Rueda levará a campo é o seguinte: Thiago, Rodinei, Réver, Juan e Pará; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Everton, Berrío e Lucas Paquetá.
Postar um comentário