Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Denunciado pelo STJD, Willian pode desfalcar o Palmeiras por 12 jogos

O Palmeiras terá uma nova batalha nos tribunais na próxima quarta-feira para tentar amenizar punição a um de seus jogadores. O atacante Willian foi denunciado nesta quinta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter agredido o meia Valdivia, do Atlético, durante partida pelo Campeonato Brasileiro no último dia 9. 
Enquadrada como agressão, a atitude do palmeirense pode render uma suspensão de 12 partidas. No lance em questão, no segundo tempo, os dois adversários se desentenderam e Valdivia acabou chutado no chão por Willian. O palmeirense levou o cartão vermelho do árbitro Leandro Pedro Vuaden. 
O lance foi enquadrado como agressão física, no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A punição mínima é de quatro e a máxima, de seis jogos.
No julgamento da Terceira Comissão Disciplinar, semana que vem, no Rio, o Palmeiras tentará se defender de outros dois problemas ocorridos na partida contra o Atlético, ambos envolvendo o zagueiro Luan. 
O defensor também foi expulso no empate em 1 a 1 e acabou denunciado no artigo 250, que prevê ato hostil ou desleal. Na jogada, segundo a súmula do arbitro, o palmeirense segurou um adversário e impediu uma chance clara de gol. A suspensão, caso seja condenado, varia de uma a três partidas.
O outro problema com Luan foi na súmula. Segundo Vuaden, o clube entregou a escalação para registro na súmula com um erro na digitação do nome do jogador.
Em vez de Luan Garcia Teixeira, como seria o correto, o documento trazia Luan Candido de Almeida. Para o STJD, a falha descumpre o Regulamento Geral de Competições da CBF e pode render como punição multa de R$ 100 e R$ 100 mil.
Neste Brasileiro, o Palmeiras enfrenta outra briga nos tribunais para escapar de uma punição por uma briga de torcedores ocorrida em julho, antes e depois do jogo com o Sport, na Arena Pernambuco, no lado de fora. O clube conseguiu efeito suspensivo da sanção de sete jogos sem poder levar torcida visitante.

Fonte: Superesportes
Postar um comentário