Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Real Madrid vence Dortmund; Manchester City bate o Shakhtar Donetsk

O Real Madrid não se intimidou com a poderosa Muralha Amarela nesta terça-feira e, em pleno Signal Iduna Park, bateu o Borussia Dortmund por 3 a 1 pela segunda rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. Foi a primeira vitória merengue em solo inimigo contra o Dortmund.
E o dia foi de Cristiano Ronaldo. Completando 400 partidas oficiais com a camisa do Real Madrid, ele marcou logo duas vezes para garantir a vitória do time espanhol. Gareth Bale marcou o outro merengue, e Aubameyang descontou para o Dortmund.
Agora, o astro português tem 400 jogos e 411 gols pelo Real. Números impressionantes!
O resultado deixa o Real na boa e complica bastante a vida do Dortmund. Os merengues dividem o topo da tabela do grupo H com o Tottenham, que venceu o Apoel por 3 a 0 – com três gols de Harry Kane - também nesta terça. Já os alemães seguem zerados, ao lado do time cipriota na lanterna do grupo.
A próxima rodada do grupo acontece apenas no dia 17 de outubro. O Real faz o jogo dos líderes com o Tottenham na Espanha, enquanto o Dortmund vai ao Chipre para fazer o encontro dos lanternas com o Apoel.
Manchester City não decepcionou e venceu o Shakhtar Donetsk por 2 a 0
Com uma atuação que nem de longe lembrou os recentes passeios da Premier League, o Manchester City fez o básico e venceu o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 2 a 0, nesta terça-feira, pela 2ª rodada  do grupo F da Uefa Champions League. 
Um resultado importantíssimo, mesmo que "magro". Com o placar, os Citizens seguem 100% e somam a 2ª vitória seguida, ficando isolados na ponta da chave, com 6 pontos. O Shakhtar, por sua vez, cai para 3º com a vitória do Napoli sobre o Feyenoord (leia mais sobre o jogo abaixo).
O primeiro gol da partida foi marcado pelo meia Kevin De Bruyne, em um lance de pura genialidade: aos 3 minutos da etapa complementar, ele recebeu de David Silva na intermediária e, com um lindo chute colocado, surpreendeu o goleiro Pyatov.
Quase nos acréscimos do segundo tempo, Sterling recebeu ótimo passe de Bernardo Silva e só teve o trabalho de tocar par ao gol vazio, fechando a conta e garantindo os três pontos.
Essas foram as únicas maneiras que os ingleses arrumaram de passar pela boa defesa armada pelos ucranianos, que contaram com cinco brasileiros em campo: o lateral Ismaily, o volante Fred, os meias Marlos e Bernard e o atacante Taison.
Pelo lado do City, destaque para a irritação do atacante Gabriel Jesus, que foi escalado pelo técnico Josep Guardiola para jogar como ponta direita, com Sergio Agüero atuando como centroavante e Leroy Sané caindo pela esquerda. 
Sem tanto traquejo para jogar pelo lado do campo, e ainda tendo que se sacrificar marcando as descidas dos jogadores adversários, Jesus pouco fez em campo e foi substituído logo aos 9 do 2º tempo por Pep. 
Ao ver que havia sido o escolhido para sair, deixou o campo bastante irritado e abalado pela atuação ruim. Guardiola, por sua vez, agarrou o ex-Palmeiras pela cabeça e, lhe olhando no fundo dos olhos, conversou longamente com o atacante antes dele se sentar no banco, ainda bastante frustado.
No lugar do brasileiro, entrou Sterling, que faria o segundo gol dos britânicos nos minutos finais do duelo. Agüero, por sua vez, também teve atuação ruim. Em sua melhor chance na partida, ele cobrou pênalti aos 26 da segunda etapa, mas viu o goleiro Pyatov defender.
Na próxima rodada, os Citizens recebem o Napoli em duelo direto pela liderança, dia 17 de outubro, às 16h45 (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Feyenoord, que é o lanterna do grupo e ainda não somou pontos, recebe o Shakhtar Donetsk.

Fonte: ESPN
Postar um comentário