Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

São Paulo tem 3ª maior folha salarial do país; confira o ranking com os times da Série A

Não é por falta de investimento que o São Paulo está na zona de rebaixamento. Penúltimo colocado no Brasileirão, o Tricolor gasta R$ 9,5 milhões por mês com salários – o valor, confirmado pelo departamento financeiro, inclui direitos de imagem e encargos dos atletas e da comissão técnica. Apenas Palmeiras e Atlético-MG custam mais: o Verdão desembolsa R$ 11 milhões mensais, contra R$ 10,2 milhões do Galo.
Dos três, só o Atlético-MG terminará 2017 com título – faturou o Campeonato Mineiro em cima do Cruzeiro. Já Palmeiras e São Paulo não chegaram sequer a uma final.
Pior visitante do Brasileirão, dono da terceira defesa mais vazada e no Z4 há 11 rodadas – pior marca na história do clube -, o Tricolor de hoje ainda é muito mais caro do que aquele que começou o ano. A folha em janeiro era de R$ 7 milhões por mês. Com as chegadas de Hernanes, Petros, Jucilei, Maicosuel, Aderllan, entre outros, o custo mensal subiu em R$ 2,5 milhões mensais.
O penúltimo colocado da Série A desembolsa mais com seu time até do que o Flamengo, tido como um dos melhores elencos do Brasil. Apesar de contar com Guerrero, Diego, Éverton Ribeiro, Diego Alves e Geuvânio, todos com salários acima de R$ 500 mil, o Rubro-Negro garante que sua folha gira na casa dos R$ 9 milhões.
O líder Corinthians, que já foi tido como a quarta força do futebol paulista, tem o 5º elenco mais custoso do país. São R$ 8,1 milhões mensais, seguido por Cruzeiro (R$ 8 milhões) e Grêmio (R$ 7,2 milhões), que podem ser campeões da Copa do Brasil e da Libertadores, respectivamente. O Tricolor gaúcho ainda é o maior perseguidor do Timão na Série A.
Santos e Botafogo talvez tenham o melhor custo-benefício. Ambos seguem vivos nas quartas de final da Libertadores com elencos muito mais baratos do que o São Paulo, por exemplo. O Peixe custa menos da metade (R$ 4,5 milhões), assim como o Botafogo (R$ 3,8 milhões).
Abaixo, os valores das folhas, que desconsideram outros gastos como luvas e comissões pagas nas contratações. Detalhe importante: foram os dirigentes dos próprios clubes – em geral presidentes ou diretores-executivos, que confirmaram as folhas.
AS FOLHAS SALARIAIS DOS TIMES DA SÉRIE A:
1º Palmeiras: R$ 11 milhões por mês
2º Atlético-MG: R$ 10,2 milhões
3º São Paulo: R$ 9,5 milhões
4º Flamengo: R$ 9 milhões
5º Corinthians: R$ 8,1 milhões
6º Cruzeiro: R$ 8 milhões
7º Grêmio: R$ 7,2 milhões
8º Fluminense: R$ 4,9 milhões
9º Santos: R$ 4,5 milhões
10º Vitória: R$ 4,1 milhões
11º Sport: R$ 4 milhões
12º Vasco: R$ 3,9 milhões
13º Botafogo: R$ 3,8 milhões
14º Atlético-PR: 3,5 milhões
15º Coritiba: R$ 3,2 milhões
16º Bahia: R$ 3 milhões
17º Chapecoense: R$ 2,8 milhões
18º Ponte Preta: R$ 2 milhões
19º Avaí: R$ 1,5 milhão
20º Atlético-GO: R$ 1,4 milhão

Fonte: Yahoo Esportes
Postar um comentário