Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Problema de sistema não identificou escalação irregular do Parnahyba, diz FFP Registro verificou atletas acima de 21 anos, não limitando idade mínima de 18, e permitiu atacante, nascido em 2000, ser utilizado. Presidente contrapõe: "Regulamento teve consentimento dos clubes"

Por Arthur Ribeiro e Josiel Martins, Teresina

elipe Garcês, nascido em 2000, não poderia jogar a Copa Piauí. O regulamento da competição, assinado por todos os cinco times, limitou a idade dos atletas do torneio sub-21, seletivo para a Série D do Campeonato Brasileiro do próximo ano. Somente jogadores nascidos entre os anos de 1996 a 1999 deveriam ser escalados no campeonato. Contudo, o atacante do Parnahyba atuou em quatro jogos do returno, fez gol e o erro só foi percebido depois de 20 dias da sua inscrição do BID. Por quê? O presidente da Federação de Futebol do estado (FFP), Cesarino Oliveira, explicou na tarde desta terça-feira que houve um problema no sistema que avalia os registros, falha responsável por não conseguir checar se os jogadores tinham idade mínima de 18 anos para participar da Copa Piauí. Isso permitiu a escalação de Garcês e de jogadores de outros clubes.
O erro da escalação de Garcês foi percebido após questionamento do River-PI, depois da vitória sobre o Parnahyba por 2 a 0, e será analisado pela procuradoria do TJD-PI, que deve receber a notícia de infração e julgar o caso. A possível punição do Tubarão pode causar uma reviravolta na competição.
- Na segunda-feira pela manhã, os representantes do River-PI procuraram o setor de registros da federação para fazer essa indagação. Temos estes registros informatizados, houve um probleminha, não de pane, mas houve um problema no nosso sistema que fez com que somente fossem identificados jogadores que estavam acima de 21 anos, e o regulamento diz que só pode ter até jogadores nascidos até 99. Estamos fazendo esse reparo, junto com o levantamento, que também está sendo feito manualmente - explicou Cesarino Oliveira.
Cesarino Oliveira, Presidente da FFP (Foto: Arthur Ribeiro/GloboEsporte.com )Cesarino Oliveira, Presidente da FFP (Foto: Arthur Ribeiro/GloboEsporte.com )Cesarino Oliveira, Presidente da FFP (Foto: Arthur Ribeiro/GloboEsporte.com )
A partir do problema detectado no sistema, a FFP elabora desde segunda-feira um levantamento de todas as inscrições dos jogadores na Copa Piauí. Por isso, a denúncia contra o Parnahyba ainda não foi encaminhada ao tribunal. Outros clubes, segundo o presidente da entidade, também usaram atletas com idade inferior a 18 anos e terão os casos levados ao TJD-PI, podendo ser punidos.
- Este caso não é só de um jogador, são de dois no Parnahyba. A equipe do Flamengo-PI também tem dois jogadores na mesma situação. Estamos fazendo um levantamento completo juntamente com as outras equipes. Vamos analisar se há mais algum problema em outra equipe, pois a federação não tem a intenção interesse em clube “A” ou clube “B” para ser beneficiado. Ainda hoje estaremos encaminhando o levantamento com tudo o que foi feito para o tribunal. O procurador tem de três a cinco dias para formular uma resposta. Estamos requisitando para que seja o quanto antes possível para que não atrapalhe a final da Copa Piauí - disse.
Regulamento da Copa Piauí prevê inscrição de atletas inscritos até 1999 (Foto: Reprodução/FFP)Regulamento da Copa Piauí prevê inscrição de atletas inscritos até 1999 (Foto: Reprodução/FFP)Regulamento da Copa Piauí prevê inscrição de atletas inscritos até 1999 (Foto: Reprodução/FFP)
Mesmo com a brecha dada pelo sistema, Cesarino ressaltou a clareza do regulamento da competição. O gestor afirmou que o documento é de conhecimento de todos os clubes participantes. Ele lamentou o erro do clube do litoral.
- O regulamento da competição tem o consentimento de todos os clubes. Os presidentes das equipes sabiam dessa faixa etária (de jogadores de 96 a 99) em arbitral. Os artigos foram discutidos do primeiro ao último. Isto foi divulgado, disponibilizamos no site da federação com quase 80 dias de antecedência, ainda tendo o prazo de 15 dias para que qualquer intervenção fosse feita, mas não recebemos nenhum fato - explicou, se referindo as críticas do campeonato limitar idade mínima.
Cesarino Oliveira, Presidente da FFP (Foto: Arthur Ribeiro/GloboEsporte.com )Cesarino Oliveira, Presidente da FFP (Foto: Arthur Ribeiro/GloboEsporte.com )Cesarino Oliveira, Presidente da FFP (Foto: Arthur Ribeiro/GloboEsporte.com )

O que pode acontecer?

Caso seja julgado e punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI), o Parnahyba pode perder 12 pontos e arruinar de vez os planos de retornar à Série D. Regularizado dia 15 de setembro, Felipe Garcês atuou em quatro partidas. Em três ocasiões em que o jogador esteve em campo, o Tubarão venceu três delas e perdeu apenas uma. Apesar disso, o clube perderia os três pontos para cada escalação de Garcês. Vice-líder da tabela com 14 pontos, o Parnahyba despencaria na classificação geral da Copa Piauí com a punição, ficando na lanterna com dois pontos.
Felipe Garcês, Parnahyba (Foto: Blog do Jonys)Felipe Garcês, Parnahyba (Foto: Blog do Jonys)Felipe Garcês, Parnahyba (Foto: Blog do Jonys)
Postar um comentário