Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 15 de outubro de 2017

Sharapova vence WTA de Tianjin e volta a levantar troféu após mais de dois anos Russa mostra poder de reação, supera jovem de Belarus após ficar duas vezes em grande desvantagem no placar, e conquista o primeiro título depois da suspensão por doping

Por GloboEsporte.com, Tianjin, China

pós mais de dois anos, Maria Sharapova voltou a experimentar uma conquista. Em sua primeira final desde o retorno dos 15 meses de suspensão por doping, a russa mostrou que ainda pode competir em alto nível. Em uma final intensa contra a jovem de Belarus, Aryna Sabalenka, no WTA de Tianjin, na China, Sharapova conseguiu duas grandes reações após sair perdendo os sets por 1/4 e 1/5, virou para 7/5 e 7/6(8) e conquistou a vitória por 2 a 0, em pouco mais de duas horas de partida.
Foi a primeira conquista de Sharapova desde maio de 2015, quando havia vencido o Aberto da Itália. Desde então, a russa sofreu com lesões e teve que encarar 15 meses de suspensão por doping. O retorno foi em abril deste ano, no Premier de Stuttgart, na Alemanha. Porém, aos 30 anos, a ex-número 1 do mundo voltou encarar problemas físicos e levou tempo para recuperar a velha forma.
Em Tianjin, Sharapova jogou com segurança e mostrou bom tênis desde o início do torneio, avançando com autoridade até a decisão. Pela frente, a promissora Aryna Sabalenka, de 19 anos. Com jogo bastante intenso, a tenista de Belarus começou o primeiro set da decisão com tudo e abriu 4 a 1 em cima da russa. No entanto, Sharapova venceu seis dos sete games seguintes em grande arrancada para fazer 7/5 e abrir 1 a 0.
No segundo set, a história se repetiu. Mais uma vez, Sabalenka começou forçando o jogo e abrindo 5 a 1. No entanto, Sharapova não se entregou e, novamente, foi mais forte mentalmente, cresceu em cima da jovem rival e empatou a parcial em 6/6. No game desempate, a jovem de Belarus ficou à frente do placar durante quase todo o tempo, mas Sharapova salvou set point seguido de set point, até recuperar a frente e, finalmente, fazer 10/8 e fechar em 7/6(8) para conquistar o título por 2 sets a 0.
Com a conquista, Maria Sharapova, que ocupa atualmente a 86ª colocação no ranking do WTA, deve ganhar cerca de 30 posições. O título na China foi o 36º individual da carreira da russa no circuito mundial.
Postar um comentário