Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 28 de outubro de 2017

Virada, goleada e título: Inglaterra vence a Espanha e conquista o Mundial sub-17 Algozes do Brasil na semifinal, ingleses superam espanhóis por 5 a 2 e levam título da categoria pela primeira vez, deixando base do país em alta no mundo nos últimos anos

Por GloboEsporte.com, Calcutá, Índia

Vivendo um bom momento nas categorias de base, a Inglaterra adicionou um troféu inédito à sua galeria. Algoz do Brasil na semifinal, o time inglês levou um susto, se recuperou e conquistou o Mundial sub-17 com uma grande vitória de virada sobre a Espanha, por 5 a 2, neste sábado, em Calcutá, na Índia. Destaques diante dos brasileiros, Brewster e Foden (duas vezes) marcaram para os britânicos, junto a Gibbs-White e Guehi. Sergio Gómez fez duas vezes para a Espanha.

É a primeira vez que a Inglaterra conquista um mundial na categoria sub-17. Entretanto, o título é apenas mais um destaque da equipe europeia fora dos profissionais d. Os ingleses também conquistaram o Mundial sub-20, a Eurocopa sub-19, além de chegar à final da Eurocopa sub-17 e às semifinais da Euro sub-21.
Foden comemora: Inglaterra vence a Espanha e leva o título do Mundial sub-17 (Foto: Reuters)Foden comemora: Inglaterra vence a Espanha e leva o título do Mundial sub-17 (Foto: Reuters)Foden comemora: Inglaterra vence a Espanha e leva o título do Mundial sub-17 (Foto: Reuters)
Grande estrela na vitória sobre o Brasil, com um hat-trick, o atacante Brewster, do Liverpool, levou o troféu Chuteira de Ouro, sendo o artilheiro do Mundial sub-17 com oito gols. O meia Foden, do Manchester City, ficou com o prêmio de melhor jogador do torneio. O goleiro Gabriel Brazão, do Cruzeiro, foi eleito o melhor goleiro da competição - e a seleção brasileira ficou com o troféu Fair Play.
Com tradição em torneios de base e campeã sub-17 em 2007, a Espanha teve um grande início no jogo deste sábado e deu a impressão que não daria chance ao favoritismo inglês. Sergio Gómez abriu o placar aos 10, aproveitando sobra de bola na pequena área, e ampliou a diferença 12 minutos depois, após bobeira da zaga inglesa e grande jogada de César, que cruzou para o atacante marcar.
A reação inglesa teve início ainda no fim da primeira etapa, com Brewster aparecendo de forma decisiva de novo, aos 44, para diminuir após cruzamento de Sessegnon. A conversa nos vestiários fez bem à Inglaterra, que entrou na etapa final com ritmo forte e chegou ao empate aos 13 minutos, com Gibbs-White chutando depois de boa triangulação. Craque do torneio, Foden fez o terceiro aproveitando cruzamento de Hudson-Odoi e deixou os ingleses à frente aos 24 minutos.
Já na reta final da partida, com a Espanha se lançando ao ataque, Guehi ampliou pegando sobra de bola depois de cobrança de falta, aos 39, e Foden transformou o placar em goleada quatro minutos depois, sendo lançado na área e chutando cruzado.
Postar um comentário