Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Atlético-GO vence Botafogo e respira; Chape vira sobre o Vitória e abre distância do Z-4

O Atlético-GO é o lanterna do Campeonato Brasileiro, mas resiste contra o rebaixamento. O time derrotou o Botafogo por 2 a 1, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, e, faltando três rodadas, ainda respira na competição. Já o time carioca deixou o gramado sob vaias e protestos.
A equipe rubro-negra tem 33 pontos e continua na lanterna, mas como disputará nove pontos pode chegar a 42. Então tem chance de escapar do descenso. É claro que para que isso ocorra terá de contar também com alguns resultados nas próximas rodadas. A sequência é dura, mas o time segue resistindo. 
Foi a segunda vitória consecutiva dos atleticanos no Brasileiro. No domingo, o Atlético-GO bateu o Sport por 2 a 0. Não custa sonhar.
Já o Botafogo fez por merecer as vaias dos torcedores. A sexta colocação, com 51 pontos, foi mantida, ou seja, o time ainda está na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores, mas sofreu a segunda derrota consecutiva no torneio. Os torcedores não perdoaram e vaiaram os jogadores.
Há o temor de que bem agora na reta final o Botafogo fraqueje e perca a vaga no torneio. As vaias também foram direcionadas para Jair Ventura.
Os gols do Atlético-GO foram marcados por Jorginho, aos 40 do primeiro tempo, e Luiz Fernando, aos 13 da etapa final. O Botafogo descontou com João Paulo, aos 44 minutos da primeira etapa.
As equipes voltam a campo no fim de semana. O Botafogo enfrentará o São Paulo, no Pacaembu, no domingo. Na mesma data o Atlético-GO jogará com a Chapecoense, no estádio Olímpico, em Goiânia.
Chape sofre o primeiro, mas vira sobre o Vitória e abre distância do Z-4
Em casa, a Chapecoense contou com dois gols de bola parada para virar contra o Vitória e vencer na Arena Condá. Ainda na primeira etapa, David abriu o marcador para os visitantes, mas Arthur Caíke e Túlio de Melo viraram o placar e garantiram o triunfo alviverde.
Com o resultado, o Vitória continua fora da zona de rebaixamento mas vê a Ponte Preta se aproximar. Os dois estão com 39 pontos, mas os baianos estão na frente apenas pelo saldo de gols, -8 a -11.
A Chapecoense, por sua vez, vai à 13ª posição com 46 pontos e abre seis pontos do primeiro time da zona de rebaixamento, que é a Ponte Preta e tem 39.
Na próxima rodada, a Chape visita o Atlético-GO neste domingo, às 17h (de Brasília), no Serra Dourada. Na mesma hora, o Vitória recebe o Cruzeiro no Barradão.
Em um jogo onde o Vitória precisava vencer para não se aproximar mais da zona do rebaixamento, os visitantes foram para cima desde o início e logo levaram perigo. David finalizou firme mas David parou na boa defesa de Jandrei aos 14 minutos.
O gol, porém, não demoraria muito a sair, e com direito a falha do arqueiro da Chape. Aos 18, Jandrei tentou sair jogando e entregou a bola no pé do próprio David. O atacante dominou, arrancou contra a marcação e bateu no canto da meta adversária para abrir o placar na Arena Condá.
A vantagem dos visitantes, porém, duraria pouco, mais precisamente apenas cinco minutos. Em cobrança de escanteio aos 24 minutos, Reinaldo colocou a bola na cabeça de Arthur Caíke, que testou firme para deixar tudo igual em Santa Catarina.
A virada dos donos da casa viria só na segunda etapa, mas a Chape precisaria de dois gols para valer um. Primeiro, aos 25 minutos, o zagueiro Douglas aproveitou um cruzamento da direita e colocou a bola no fundo da rede. Mas, a arbitragem apontou irregularidade no lance e anulou o tento alviverde.
Os mandantes reclamaram muito o gol, mas o árbitro Anderson Daronco manteve a decisão, após conversar com o auxiliar, e a partida seguiu empatada, pelo menos até os 32 minutos, quando a Chape chegaria a virada com mais um gol de bola parada.
Desta vez, Túlio de Melo aproveitou o rebote da cobrança de Reinaldo e empurrou para às redes, dando a vitória ao time alviverde.

Fonte: ESPN
Postar um comentário