Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 12 de novembro de 2017

Chapecoense faz homenagem a vítimas um ano após acidente aéreo Clube organizou cerimônia fechada para familiares; ministro do Esporte distribuiu medalhas aos sobreviventes

Chapecoense faz homenagem a vítimas um ano após acidente aéreo
Chapecoense organizou nesse sábado (11) em Chapecó (SC) uma cerimônia particular para sobreviventes e familiares da vítimas do acidente aéreo que matou 71 pessoas em novembro de 2016.

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, participou do evento e distribuiu medalhas aos homenageados. No total, 68 famílias participaram do evento. Os agraciados foram chamados de dez em dez e receberam a honraria das mãos do ministro, do presidente da Chapecoense, Plínio David de Nês, do prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, e do deputado federal Celso Maldaner. O zagueiro Neto recebeu a Cruz e o Mérito Desportivo, representando todos os sobreviventes do acidente.
“São as duas maiores honrarias do esporte. A entrega tem uma importância muito grande porque essa tragédia se tornou um marco para toda a população”, disse Picciani. “Mas até na tristeza, o esporte consegue levar bons exemplos, como a união, a solidariedade, a compaixão. Foi algo que marcou todo o Brasil, por isso a importância de o país reconhecer e fazer essa homenagem”, disse.
O presidente da Chapecoense, Plínio David de Nês, agradeceu o gesto e a presença do ministro. “Traz um conforto para as famílias, que recebem hoje, num misto de tristeza e alegria, essa honraria como reconhecimento do povo brasileiro àqueles que representaram dignamente o sonho de todo esportista brasileiro”, afirmou.
Notícias ao Minuto
Relembre
O voo CP2933 da companhia boliviana LaMia, que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, para a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Club Atlético Nacional, decolou em 28 de novembro de 2016 de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, rumo a Rionegro, na Colômbia. Por volta das 22h (horário local), quando estava a cerca de 30 quilômetros do Aeroporto Internacional José María Córdova, a aeronave declarou emergência elétrica e caiu a poucos quilômetros da pista. Na aeronave viajavam 77 pessoas, entre jogadores, dirigentes, jornalistas e funcionários do clube. Apenas seis passageiros sobreviveram, sendo quatro brasileiros: os atletas Alan Ruschel, Jakson Follmann e Neto; e o jornalista Rafael Henzel. Com informações do Ministério do Esporte.
Postar um comentário