Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 18 de novembro de 2017

Ex-atacante da Itália diz que deixou futebol por 'churrasco e cerveja' Jogador jogou em três dos principais times do país, além do Boca Juniors

Ex-atacante da Itália diz que deixou futebol por 'churrasco e cerveja'
Nem todo jogador se sente feliz no ambiente de treinos e responsabilidades que a vida de atleta exige. E nessa quinta, mais um ex-jogador comentou que sempre odiou esse mundo. Com passagens pela Inter de Milão, Roma, Juventus e Boca Juniors, grandes times do futebol mundial, o ex-atacante da Itália Pablo Osvaldo falou ao Gazzeta dello Sport o motivo de ter abandonado a carreira nos gramados:

"Me ofereceram muito dinheiro para ir à China, mas esse não era meu mundo, era um negócio que eu odiava. Quando eu decidi deixar o Boca, haviam muitas fofocas. Eu não podia sair, tinha até medo das pessoas. Tinha ofertas da China, mas eu estava desinteressado, comecei a odiar o que eu sempre amei. Antes do dinheiro, eu prefiro churrasco e cerveja", disse Osvaldo.
O italiano comentou também um chamado de Jorge Sampaoli, hoje técnico da Argentina, que na época comandava o Sevilla:
"Em dezembro de 2016, Sampaoli entrou em contato comigo e me disse: 'Dani, não te peço nada. Você pode fazer o que quiser dentro e fora de campo, mas preciso de um atacante.' E eu disse que teria um festival do rock e ele respondeu que não poderia perder. Dois loucos!", completou o ex-atacante.
Postar um comentário