Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 2 de dezembro de 2017

Após foto vazada, Grêmio denunciará Barcelona à Fifa por aliciamento de Arthur Episódio desta sexta-feira irritou Nestor Hein, diretor jurídico tricolor

Gaúcha/Zero Hora

arquivo pessoal / arquivo pessoal
Grêmio irá denunciar o Barcelona à Fifa por aliciamento do volante Arthur. A afirmação foi feita por Nestor Hein, diretor jurídico tricolor, em entrevista ao Estúdio Gaúcha, na noite desta sexta-feira (1º). 
A insatisfação de Hein se dá por conta de uma foto do atleta com a camisa do clube espanhol, vazada nesta sexta, ao lado de André Cury, representante do Barcelona, Diego Assis, filho de Roberto Assis e sobrinho de Ronaldinho, Aílton Melo, pai do volante, Kaue Machado, filho do empresário Jorge Machado, de Paulo, irmão de Arthur, de Matheus Costa, também empresário. 
— Este menino de grande caráter e guri nosso, que é o Arthur, em relação ao imbróglio, não tem culpa sobre o que aconteceu. Fui comunicado de fatos que hoje, por volta do meio-dia, o clube de Barcelona gostaria de almoçar com a família do menino. O Grêmio não pode impedir, embora o Barcelona tenha com o Grêmio um imbróglio envolvendo o menino Manu. E estamos fazendo comunicação (à Fifa) de aliciamento pela forma como houve esse vazamento. O jogador (Arthur) tem contratualmente uma multa e à medida que tem essa foto sinistra, com pessoas sinistras... Aquele André Cury, com quem tive péssima experiência, que ficou de mandar uma carta do Manu, nunca mandou a carta. Além de pessoas de família que não digo o nome (referindo-se a Diego Assis, filho de Roberto Assis e sobrinho de Ronaldinho).
Para Hein, a atitude de Arthur de vestir a camiseta do Barcelona significa uma "gentileza".  Por conta disso, o atleta não será repreendido pela direção gremista. 
O dirigente também avaliou a conduta do empresário Jorge Machado no episódio:
— Até ontem, sempre teve conosco uma relação muito boa, mas o Machado que conversou com clube sobre essa autorização (de haver o encontro). Tem que andar em boas companhias. Mas olha as companhias com quem andava: André Cury, menino de família que não digo o nome (novamente referindo-se a Diego Assis)... Então, bom, pagas o preço. O André Cury é figura carimbada, não recomendo esta companhia.

Preferência por negócio com outro clube

Classificando o episódio como "uma atitude sem precedentes", Hein disse não haver nenhuma negociação com o Barcelona neste momento e que há preferência "até em fazer negócio com outro clube". 
Por fim, afirmou que o clube não acionará os catalães, mas sim a Fifa. O desejo, com isso, é de que o Barça seja impedido de contratar jogadores por determinado período "em função do mau comportamento de representantes ou que se dizem representantes do Barcelona."
Postar um comentário