Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 3 de dezembro de 2017

Holloway nocauteia José Aldo e mantém o cinturão no UFC 218

Não deu para o "Campeão do povo". Na madrugada deste sábado, em Detroit (EUA), José Aldo foi derrotado por Max Holloway na luta principal do UFC 218. O desfecho foi o mesmo do primeiro encontro no UFC 212, em junho deste ano, mais um nocaute do havaiano sobre o brasileiro.
Assim como no primeiro combate, José Aldo e Max Holloway travaram um equilibrado duelo nos dois primeiros rounds. Com muita movimentação e troca de golpes, o ex-campeão mostrava estar com a esquiva em dia e tentava surpreender o havaiano nos contragolpes.
Dessa vez, Aldo usou uma das suas principais armas: o chute baixo. Dando a impressão que o caminho da vitória seria por ali. Porém, Holloway tentava induzir o brasileiro para uma trocação franca, chegando a baixar a guarda e provocar com gestos.
No terceiro e derradeiro round, Holloway aumentou o ritmo do combate e com o seu volume de golpes, obrigou o brasileiro a lutar na curta distância. Mostrando mais velocidade e potências nos socos, o campeão foi minando José Aldo aos poucos, fazendo o brasileiro tentar derrubá-lo de qualquer jeito.
A tentativa de queda de José Aldo foi o começo do fim, pois, assim como no Rio de Janeiro, Max Holloway caiu por cima do brasileiro, dando início a uma chuva de golpes. Com Aldo sofrendo vários socos por baixo, o árbitro Herb Dean foi obrigado interromper o combate faltando nove segundos para o fim do round.
Com o resultado, Max Holloway emplacou a sua 12ª vitória seguida e defendeu o seu cinturão pela primeira vez no UFC. Enquanto José Aldo, amarga a quarta derrota em seu cartel, sendo a segunda consecutiva, algo inédito na carreira do ex-campeão.
Francis Ngannou aplica um nocaute brutal sobre Overeem
No co-evento principal, o sensação camaronesa, Francis Ngannou não tomou conhecimento do veterano Alistair Overeem. Em menos de dois minutos, o africano acertou um lindo gancho de esquerda, desabando o holandês imediatamente.
Com esse nocaute brutal, Ngannou mantém a sua invencibilidade no UFC e se torna o mais novo desafiante ao cinturão do campeão Stipe Miocic.
Eddie Alvarez nocauteia Justin Gaethje
A melhor luta do card principal, ficou por responsabilidade de Eddie Alvarez e Justin Gaethje. Em um duelo bastante sangramento e muito técnico, o ex-campeão dos leves voltou a vencer no octógono.
O combate foi resumido por uma intensa trocação durante dois rounds e meio, sempre com Alvarez um passo a frente de Gaethje. Mas foi com uma linda e duríssima joelhada, que o ex-campeão apagou Justin Gaethje e levou o público em Detroit ao delírio.
O resultado marcou a 29º vitória da carreira de Eddie Alvarez, o ex-campeão volta a briga por uma chande de disputar o título que já foi seu.
Confira os resultados do card principal
Max Holloway nocauteou José Aldo no terceiro round
Francis Ngannou nocauteou Alistair Overeem no primeiro round
Henry Cejudo derrotou Sergio Pettis por decisão unânime dos juízes
Eddie Alvarez nocauteou Justin Gaethje no terceiro round
Tecia Torres derrotou Michelle Waterson por decisão unânime dos juízes

Fonte: Terra
Postar um comentário