Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Importante em reta final do Sport, Marquinhos vê Luxa de "birra" com ele Durante a gestão de técnico Vanderlei Luxemburgo, Marquinhos foi afastado e passou a treinar separado do grupo; Segundo ele, técnico tem "birra" desde época do Flamengo

Por Rômulo Alcoforado, Recife

O atacante Marquinhos foi peça importante na permanência do Sport na Série A. Acabou o ano como titular nos jogos decisivos, marcou gols importantes e deu assistências para outros. Situação oposta à que viveu durante a maior parte da competição. Sob o comando do ex-técnico Vanderlei Luxemburgo, o jogador foi afastado do grupo e não fazia parte dos planos.
Para Marquinhos, trata-se de uma "birra" antiga do técnico com ele, que o atacante não sabe explicar a razão.
Durante gestão de Luxemburgo, Marquinhos foi afastado do elenco (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Durante gestão de Luxemburgo, Marquinhos foi afastado do elenco (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Durante gestão de Luxemburgo, Marquinhos foi afastado do elenco (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
- Quando o Vanderlei estava aqui, foi um momento em que ele me afastou. Muita gente achou que estava machucado, estava de chinelinho, mas não. Foi opção dele mesmo. É um caso que ele tem comigo, não sei por quê. Mas a única coisa que não fiz foi baixar a cabeça. mesmo dentro da academia, sem triscar em bola. Corri atrás para poder dar tudo certo. Graças a Deus Daniel assumiu e me reintegrou ao grupo - disse.
Segundo o jogador, esse comportamento do técnico em relação a ele vem do período em que trabalharam juntos no Flamengo (entre 2010 e 2011).
- Não sei de onde vem essa birra. É coisa do Vanderlei. Desde quando eu estava no Flamengo ele tem essa birra comigo, não sei por quê. E eu só respeito. O que tinha de fazer era trabalhar, correr atrás do meu objetivo. O importante é que Daniel me deu oportunidade e pude ajudar.
Vanderlei Luxemburgo foi procurado pela reportagem e disse que preferia não comentar a respeito.
Postar um comentário