Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Balbuena promete ouvir Corinthians e descarta sair do clube de graça

Tomás Rosolino
São Paulo , SP

 videos.gazetaesportiva.com
O zagueiro Balbuena tornou-se um dos líderes do Corinthians no ano passado e, com vínculo válido até dezembro deste ano, uma das das prioridades da diretoria para os próximos meses. Ciente da sua importância no clube, o defensor paraguaio explicou por que ainda não renovou o vínculo e descartou qualquer possibilidade de deixar o Alvinegro de graça ao final dele.
“Nunca faria isso, tenho meus princípios. Sei que deve tudo o que sou hoje como jogador ao Corinthians, não faria isso com o clube”, explicou o defensor, que tem conversas emperradas para renovar mesmo com uma proposta para extensão do contrato até o final de 2021. De acordo com ele, tudo ainda não avançou por meros desencontros entre seus agentes, Renato Bittar e Augusto Paraja, e a diretoria alvinegra, representada pelo gerente de futebol, Alessandro.
“Eu li bastante gente falando que eu estava esperando para poder sair de graça, isso não é verdade. Meus agente estão tentando falar com o Alessandro, mas ainda não deu. Ele deve vir para o Brasil na sexta-feira ou, no mais tardar, no começo da próxima semana. Aí acho que vai dar para sentar e conversar a respeito disso”, continuou o jogador, hoje frequentemente convocado para a seleção paraguaia.
“Quando a diretoria foi para o Paraguai, eles foram para o sorteio lá e acabaram não conseguindo se encontrar. Mas vamos conversar, não vejo por que a pressa também. Tem mais um ano de contrato, dei minha palavra para o Alessandro que não estou enrolando para sair de graça. Vamos tratar disso em breve”, apontou Balbuena.
Depois de acertarem a renovação de Cássio, Fagner e Camacho, os responsáveis pelo departamento de futebol corintiano enxergam o novo vínculo com Balbuena como essencial para ajudar na manutenção da “espinha dorsal” da equipe. É consenso no clube que, com alguns principais atletas protegidos por uma boa multa rescisória, haverá mais tranquilidade para encarar as janelas de transferência.
Em conversas informais, o próprio Balbuena foi informado que não se trataria de algo para segurá-lo no Corinthians, mas, sim, de dar mais segurança para ambas as partes. O jogador também ouviu que, no que depender da diretoria, nenhum atleta será mantido caso a proposta satisfaça os interesses corintianos.
“Eu não recebi proposta nenhuma neste começo de ano, só fiquei lendo coisas na imprensa, acho que foi igual a vocês (jornalistas). Estou bastante tranquilo, para mim não chegou nada. Se chegar para o Corinthians, ele fala com meus empresários. Se chegar para os meus agentes, eles falam para o Corinthians. Aí a gente negocia”, concluiu.
Postar um comentário