Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Na Turquia, Robinho não teme extradição para Itália, diz advogada

Desde a metade do ano passado, Robinho já tinha decidido voltar ao futebol europeu. O motivo: “Ele quer se preservar e prorrogar o máximo possível a carreira dele em alto nível”. A explicação é de Marisa Alija, advogada e representante do atacante, que definiu a transferência para o Sivaspoor da Turquia. O contrato tem a duração de um ano e meio, valendo até maio de 2019.
Segundo Marisa, a opção de voltar ao Velho Continente mostra que Robinho não teme ser preso. Em novembro do ano passado, o jogador foi condenado a nove anos de prisão pela Justiça italiana, ainda em primeira instância. Ele foi acusado de violência sexual e nega ter cometido este crime.
“Ele se dispôs a jogar fora do Brasil numa clara demonstração de que não tem medo de estar fora do país e fora da ‘proteção’ (entre aspas) de uma não extradição”, afirmou.
“O Robinho sabe que não é culpado do que está sendo acusado. Se não, ele ficaria no Brasil, quietinho, com medo de uma ratificação da 1ª instância”, disse.
A advogada garante que esta condenação na Itália tenha sido problema nas conversas com clubes do Brasil que se mostraram interessados.
“Não encontramos nenhum obstáculo. O próprio Atlético Mineiro disse que o Robinho não aceitou a proposta de renovação. E ele, desde o primeiro contato com o Alexandre Gallo (diretor de futebol), disse que o interesse era ir para fora”, falou Alija.
Nesta terça-feira, Robinho publicou em seu perfil no Instagram a foto com a camisa 70 e escreveu: “O Sivaspoor é um bom clube, a torcida é demais”.
O jogador pediu para se apresentar aos treinos a partir desta quinta-feira. Quer primeiro acertar questões burocráticas como abertura de conta bancária e mesmo telefone novo.
Marisa Alija passou os últimos dez dias na Europa, tratando de outros atletas e conversando com os dirigentes do clube da Turquia.

Fonte: ESPN
Postar um comentário