Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Vasco é superado pela Cabofriense em Bacaxá pelo Carioca

Por: Carlos Gregório Júnior
Estádio Elcyr Resende, Saquarema (RJ)

Debaixo de um sol forte, o Vasco da Gama não conseguiu levar a melhor sobre a Cabofriense na tarde quarta-feira (24/01) no Estádio Elcyr Resende, em Saquarema (RJ). Em jogo válido pela terceira rodada da Taça Guanabara, o Gigante da Colina foi superado pela equipe da Região dos Lagos pelo placar de 2 a 1. O gol cruzmaltino na partida foi marcado pelo meio-campo Nenê.

O JOGO

imageRildo fez sua estreia com a camisa do Vasco- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Mesmo atuando longe de casa, o Vasco tomou a iniciativa e criou a primeiro chance do jogo, com Nenê, aos dois minutos. A Cabofriense equilibrou a partida e respondeu em finalizações de Victor Silva, Davi Ceará e João Carlos. Com nove, boa trama ofensiva do Gigante da Colina. Caio Monteiro apertou a marcação, roubou a bola e serviu Rildo. O estreante rolou para Nenê e o camisa 10 acertou o travessão.

A resposta veio aos 14, quando Davi Ceará cobrou falta da intermediária e fez a bola tirar tinta da meta defendida por Gabriel Félix. O ritmo do duelo diminuiu e só voltou a esquentar após o tempo técnico. Quando o cronômetro apontava 26 minutos, Davi Ceará assustou em arremate de longe. Pouco tempo depois, Bruno Paulista recebeu de Andrey e finalizou com bastante perigo. A redonda passou rente à trave direita.

image
Bruno Paulista levou perigo durante a etapa inicial

Após uma série de chances desperdiçadas, o placar foi enfim inaugurado. Aos 33, Paulo Sérgio lançou a bola na área, Gabriel Félix deu rebote e Victor Silva não desperdiçou: Cabofriense 1 x 0. Em desvantagem no marcador, o Vasco se lançou ao ataque em busca do empate. Bruno Paulista, duas vezes, Guilherme e Andrey tentaram, mas não conseguiram vencer o goleiro George na reta final do primeiro tempo. 

Com Henrique e Paulo Vitor nos lugares de Alan Cardoso e Guilherme Costa, o Almirante se tornou ainda mais ofensivo no segundo tempo. Logo aos quatro minutos, Nenê tabelou com Caio Monteiro e acabou sendo derrubado na grande área. Na cobrança do pênalti, o meio-campista deslocou George e igualou o marcador: VASCO 1 x 1. A equipe de São Januário continuou presente no campo de ataque. Com 17, Rildo foi lançado por Paulo Vitor, limpou a marcação e mandou para fora. 
image
Nenê comemora o gol vascaíno na partida- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

De olho na virada, o técnico Zé Ricardo promoveu novas mudanças na equipe. Titulares do sub-20 na última edição da Copa São Paulo, Rafael França, Marrony e Lucas Santos entraram nos lugares de Rafael Galhardo, Rildo e Bruno Paulista, respectivamente. Os garotos estreantes tentaram colocar o Gigante da Colina na frente do marcador, mas quem voltou a balançar as redes foi a Cabofriense. Aos 46, no apagar das luzes, o clube da Região dos Lagos encaixou um rápido contra-ataque e marcou o gol da vitória com Levi, através de um forte chute da intermediária: Cabofriense 2 x 1.

FICHA TÉCNICA 
CABOFRIENSE 2 X 1 VASCO DA GAMA
Campeonato Carioca - Taça Guanabara - 3ª rodada

Local: Estádio Elcyr Resende, Saquarema (RJ)
Data: 24 de janeiro de 2018 (quarta-feira) 
Horário: 17h (de Brasília)  
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (FERJ - RJ) 
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (FERJ - RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (FERJ-RJ) 
Cartões amarelos: Airton, Davi Ceará, Kaká Mendes e Leandro Euzébio (Cabofriense); Bruno Paulista e Ricardo (Vasco da Gama).
Gols: Victor Silva (33/1T, Cabofriense); Nenê (04/2T, Vasco da Gama); Levi (46/2T, Cabofriense).

CABOFRIENSE: George, Paulo Sérgio (Leomir), Victor Silva, Leandro Euzébio e Airton; Levi, Kaká Mendes (Lauro Cézar), Bruno Tubarão (William Bersan) e Davi Ceará (Gama); Maranhão e João Carlos (Cláudio Pitbull). Treinador: Antônio Carlos Roy.

VASCO DA GAMA: Gabriel Félix, Rafael Galhardo (Rafael França), Luiz Gustavo, Ricardo e Alan Cardoso (Henrique); Bruno Paulista (Lucas Santos), Andrey e Nenê; Guilherme (Paulo Vitor), Caio Monteiro e Rildo (Marrony). Treinador: Zé Ricardo.
Postar um comentário