Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 14 de janeiro de 2018

Vasco supera o Água Santa nos pênaltis e avança na Copinha

Por: Sarah Borborema e Carlos Gregório Júnior
Estádio Distrital de Inamar, Diadema (SP)

Mais um passo dado! Na tarde deste domingo (14/01), pela terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Vasco da Gama justificou o favoritismo e venceu o Água Santa (SP) na disputa por pênaltis, após o empate por 1 a 1 no Estádio Distrital de Inamar, em Diadema (SP). O gol no tempo regulamentar foi marcado por Robinho. Nas penalidades, o goleiro Alexander brilhou em duas defesas, enquanto Robinho, Linnick e Rodrigo converteram suas cobranças. O resultado fez o Gigante da Colina garantir uma vaga nas oitavas de final da tradicional competição nacional. 

A classificação obtida levou o Cruzmaltino a dar fim a um incômodo tabu. Isso porque o clube de São Januário não chegava na quarta fase da Copinha desde 2003, quando foi semifinalista. O adversário nas oitavas de final será o Palmeiras, que pela manhã aplicou uma goleada de 7 a 0 no Taubaté (SP). O confronto está previsto para a próxima terça-feira (16). O horário e o local ainda serão definidos pela Federação Paulista de Futebol.
image
Robinho comemora gol ao lado do companheiro Hugo Borges - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

O JOGO

A presença em peso da torcida adversária não initmidou os Meninos da Colina, que tomaram iniciativa na partida e mostraram de quem seria o controle da primeira etapa. Ainda no minuto inicial, o Vasco sofreu falta pelo lado direito e Robinho colocou a bola na área, para a defesa do goleiro Júlio César. Em uma tarde iluminada, o atacante mostrou que daria trabalho ao Água Santa. Aos 13, Robinho recebeu de Hugo Borges, driblou o marcador e finalizou, vendo o camisa 1 adversário afastar o perigo.
image
Rafael França em ação diante do Água Santa - Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Quando o cronômetro marcava 20 minutos, Robinho voltou a preocupar o Água Santa. Ele recebeu um belo passe na meia-lua, puxou para a perna esquerda e bateu colocado. A bola explodiu na trave adversária e rolou pela linha de fundo. Na sequência, foi a vez de Hugo Borges arriscar um belo chute de fora da área. O goleiro Júlio César, com a ponta dos dedos, afastou o perigo. Com as melhores chances do duelo, o Gigante da Colina seguia amadurecendo o tento que abriria o placar. 

Foi exatamente o que aconteceu aos 30 minutos. Subindo em velocidade, Robinho recebeu um pelo passe de Dudu e bateu de primeira. A redonda estufou a rede e colocou o Cruzmaltino em vantegem na partida: VASCO 1 a 0. A vantagem quase foi ampliada quando novamente Dudu, em rápida cobrança de falta acionou Hugo Borges. O atacante abriu espaço e mandou uma bomba para o gol, mas a bola acabou saindo por cima da meta de Júlio César.

Na volta para o segundo tempo o cenário permaneceu o mesmo. A primeira boa oportunidade foi do time comandado por Marcus Alexandre, aos nove minutos. Após pressionar a defesa do Água Santa, Marrony ficou com a bola, avançou e bateu bonito da entrada da área. O goleiro adversário precisou se esticar para mandar a bola pela linha de fundo. Aos 13, foi a vez de Rodrigo arriscar um belo chute de fora da área, vendo a bola passar pelo canto esquerdo da meta de Júlio César. Na busca por ampliar a vantagem, Dudu cobrou falta e a defesa tirou. No rebote, Luan apareceu para bater com a perna esquerda, no lance que por pouco não carcterizou o segundo tento cruzmaltino no jogo.

Aos 28, Tavison cobrou falta para o Água Santa e Danilo apareceu para cabecear e igualar o placar: Água Santa 1 a 1. Quando o cronômetro marcava 34, o time adversário chegou com Lucas Gadelha, mas o goleiro Alexander saiu bem para afastar o perigo. O Vasco respondeu logo na sequência, com uma bomba de Robinho da entrada da área. A partida terminou com igualdade no placar e foi para a disputa por pênaltis. O Gigante da Colina levou a melhor, por 3 a 1, com duas belas defesas e Alexander e boas batidas de Robinho, Linnick e Rodrigo.

Escalação do Vasco: Alexander; Rafael França (Linnick), Ulisses, Caio Marcelo e Rodrigo Coutinho (Luan (Cayo Tenório); Bruno Ritter, Rodrigo e Dudu; Robinho e Marrony (Moresche). Técnico: Marcus Alexandre.
Postar um comentário