Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Andrés Sanchez confirma favoritismo e volta à presidência do Corinthians

Andrés Sanchez foi eleito o presidente do Corinthians na tarde deste sábado (3 de fevereiro), vencendo uma votação realizada no Parque São Jorge para saber o mandatário do triênio 2018-2020. 
Em uma das eleições mais disputadas da história do Alvinegro, o candidato somou 1.235 votos e ficou à frente de Paulo Garcia, segundo colocado com 832, Antônio Roque Citadini, terceiro com 803, Felipe Ezabella, quarto com 461, e Romeu Tuma Júnior, o quinto com 278. Houve ainda 18 votos nulos e 13 em branco, totalizando 3.642.
A eleição foi marcada por uma grande confusão no fim. Torcedores ligados a chapas derrotadas invadiram a área em que Andrés atendia os jornalistas após a divulgação do resultado final e protestaram contra o resultado. Seguranças foram obrigados a entrar em ação e houve uma grande empurra-empurra. No fim, o novo presidente do Timão foi levado ao banheiro feminino do ginásio do Parque São Jorge para não correr risco de sofrer uma agressão.
Será o segundo mandato de Andrés, que dirigiu o clube entre 2007 e 2011, até pedir afastamento para assumir um cargo na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Sua vitória é quinta do grupo Renovação e Transparência, que completará 13 anos à frente do Alvinegro. Mário Gobbi e Roberto de Andrade foram os outros dirigentes eleitos para o cargo pelo grupo. “Ô, o Andrés voltou”, cantaram seus apoiadores, em festa.
Apesar do clima efervescente que cercou o pleito, as oito horas de votação foram tranquilas no Parque São Jorge. Mesmo com diversos carros de som, alto-falantes e muitos cabos eleitorais, não foram registradas confusões. Cerca de meia hora antes do encerramento da votação, as arquibancadas do ginásio foram ocupadas por integrantes das diversas chapinhas e apoiadores dos candidatos.
Além do presidente, foram eleitas oito chapas titulares para o Conselho, cada um com 25 integrantes, além de duas suplentes. No total, 24 chapas se inscreveram para o pleito, inédito na história do clube. Anteriormente, o vencedor da eleição presidencial elegia um “chapão” de 200 conselheiros consigam. 
As vencedoras de 2018 foram as chapas de número 22 Preto no Branco (412 votos), 11 Fiéis Escudeiros (274 votos), 10 Renovação e Transparência ( 232 votos), 21 Inteligência Corinthiana (184 votos), 25 Mosqueteiros (179 votos), 15 Tradição Corinthiana (169 votos) 77 São Jorge (161 votos) e 82 Corinthians Supremo (162 votos).
O novo mandatário corintiano assume o clube em um momento de glórias dentro do campo, com a defesa do título paulista e brasileiro da última temporada, mas com problemas fora dele. Sem patrocinador master fixo desde abril do ano passado e com as parcelas do estádio de Itaquera já sendo pagas, o clube precisará achar uma maneira de manter o fluxo de caixa ativo e evitar atrasos de salário.
Para piorar, no entanto, ainda não há receita das bilheterias, toda destinada ao fundo de pagamento da arena, nem liberação dos recursos previstos para a sonhada casa alvinegra, como os Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs) e os direitos de nome do local. Assim como todos os outros candidatos, o vencedor colocou essas resoluções como prioritárias em seu programa de governo.
No futebol, duas questões também esperavam a definição do presidente para saber o que acontecerá daqui para frente. A primeira diz respeito ao substituto de Jô, negociado com o Nagoya Grampus-JAP, deixando vago o posto de artilheiro da equipe. O próprio técnico Fábio Carille disse que esperava a chegada ou não de um novo nome para o setor apenas após o pleito.
Outro ponto fundamental é a permanência do gerente de futebol, Alessandro, que administrou o setor praticamente sozinho nos últimos meses, após a saída de Flávio Adauto, vice-presidente na chapa de Fernando Garcia. Único remunerado da área, ele passará por avaliação até que se defina seu futuro no Alvinegro.
O primeiro compromisso no cargo, dentro de campo, será neste domingo (4), às 19h30, contra o Novorizontino, pelo Campeonato Paulista. A principal competição do ano, no entanto, será a Copa Libertadores da América, que tem início para o Timão no dia 28 deste mês, contra o Millonarios-COL, em Bogotá.

Fonte: Fox Sports
Postar um comentário