Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Herói em Sucre, Martín Silva avalia início da caminhada na Libertadores

Por: Carlos Gregório Júnior
Santa Cruz de la Sierra, Bolívia
Se um grande time começa por um grande goleiro, o Vasco da Gama não tem do que reclamar. Na noite da última quarta-feira (21/02), em Sucre, na Bolívia, Martín Silva foi o grande herói do Gigante da Colina diante do Jorge Wilstermann. Após a derrota por 4 a 0 no tempo normal, o uruguaio cresceu diante dos adversários nas penalidades, defendeu três cobranças e recolocou o Cruzmaltino na fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018 após seis anos.
imageMartín Silva vibra após defender última cobrança- Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Bastante festejado pelos companheiros após o apito final, Martín Silva não escondeu a satisfação ao falar sobre o resultado obtido pelo Almirante em solo boliviano. O camisa 1 exaltou o fato da equipe de São Januário ter atingido o objetivo traçado no início da temporada. O capitão, entretanto, reconheceu que o time vascaíno fez um jogo abaixo das expectativas no Estádio Olímpico Patria.

- Sofremos demais e até mesmo por isso estamos muito bravos com nós mesmos. Tomar três gols no início era tudo que não podíamos permitir, até pela forma que aconteceu, em jogadas que trabalhamos. Sabíamos que o jeito de jogar deles era aquele. O importante é que nos classificamos. O objetivo é sempre passar de fase. Lógico que precisamos corrigir muita coisa, vamos fazer, mas acredito que estamos fazendo um campeonato muito bom - afirmou o arqueiro.

Dos 25 jogadores inscritos pela comissão técnica para as primeiras fases da Conmebol Libertadores, apenas 11 já haviam tido a oportunidade de atuar na altitude. Martín Silva acredita que essa falta de experiência atrapalhou o Gigante da Colina contra o Jorge Wilstermann, principalmente na etapa inicial, quando o adversário abriu uma diferença de 3 a 0 no placar.

- A altitude influencia muito na parte física, na velocidade da bola, e acho que por isso demoramos um pouco para nos arrumar dentro de campo. Os ânimos não eram bons no vestiário, mas tentamos acordar. Fizemos um segundo tempo muito melhor e tivemos mais atenção na bola parada. Nosso time conta com muitos jogadores novos e que estão jogando pela primeira vez a Libertadores. Faz parte da experiência - declarou o uruguaio.
imageMartín Silva é abraçado pelo grupo após o jogo- Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Garantido na fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018, o Vasco deixa a Bolívia com destino ao Brasil na tarde desta quinta (22). A próxima partida pelo torneio continental será apenas no dia 13 de março, contra a Universidad de Chile, em São Januário. Antes desse compromisso, porém, o Almirante voltará suas atenções para o Carioca. A estreia na Taça Rio será no domingo (25), às 17 horas, diante da Portuguesa, em Edson Passos.
Postar um comentário