Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 14 de março de 2018

Flamengo, pressionado, encara o Emelec na Copa Libertadores

 Imprimir
Pressionado após empatar por 2 a 2 com o River Plate da Argentina, em casa, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio George Capwell, em Guayaquil, no Equador, em confronto válido pela segunda rodada do Grupo D da Copa Libertadores. 
Carpegiani vê jogo contra Emelec como fundamental para o Flamengo (Foto: Gilvan de Souza /Flamengo)
Todos os quatro times estão empatados com um ponto, já que os equatorianos iniciaram a disputa ficando no 1 a 1 com o Independiente Santa Fe na Colômbia.
Paulo César Carpegiani, comandante do Flamengo, sabe que a pressão existe, mas pediu a seus jogadores tranquilidade.
“É importante jogarmos de maneira inteligente, valorizando a posse de bola e não aceitando a correria do Emelec”, disse Carpegiani.
Os jogadores, porém, parecem que já estão acostumados a lidar com a pressão.
“É um jogo fundamental fora de casa. Temos que ir para ganhar. Infelizmente empatamos em casa. Vamos buscar a vitória. Temos que ter a sabedoria de chegar lá e fazer um bom jogo. 
Acompanhei jogos do Flamengo na Libertadores no ano passado. Tem que tentar ganhar fora de casa. Não é fácil. Mas onde o Flamengo vai, tem que vencer. Não será fácil lá. Mas temos consciência que nossa obrigação é vencer”, avisou o zagueiro Rhodolfo.
O Flamengo tem um problema para este jogo. O exame realizado no zagueiro Réver apresentou um edema ósseo no tornozelo direito e o defensor está vetado para o choque contra os equatorianos. Sem o Xerife, Rhodolfo e Juan formarão a zaga titular. 
Existe ainda uma dúvida no meio-de-campo: Jonas ou Willian Arão. Eles disputam a vaga do colombiano Gustavo Cuéllar, que cumpre o segundo jogo de suspensão por conta de sua expulsão na final da Copa Sul-Americana do ano passado, contra o Independiente da Argentina.
Pelo lado do Emelec, o técnico Alfredo Arías quer ver a sua equipe com intensidade ao longo dos noventa minutos.
“Estamos crescendo na temporada, porém, é preciso alguns ajustes para que a gente consiga um grande resultado contra o Flamengo. É preciso termos intensidade ao longo dos noventa minutos, sem nos desligarmos da partida. Um time do porte do Flamengo espera sempre uma falha do adversário para ficar em vantagem. Se não dermos isso a eles podemos ganhar o confronto”, analisou o treinador uruguaio.
Para este compromisso o Emelec tem uma dúvidfa de ordem técnica no meio-de-campo, onde Hölger Matamoros disputa posição com Fernando Luna.
O Emelec atravessa um grande momento no Campeonato Equatoriano. O time lidera com 12 pontos e cem por cento de aproveitamento. No fim de semana, goleou o Deportivo Cuenca por 4 a 1.
Pelo regulamento, na fase de grupos da Libertadores os times jogam dentro de suas respectivas chaves em turno e returno. Ao fim, os dois primeiros colocados garantem vaga nas oitavas de final. Quem fica em terceiro lugar ganha como prêmio de consolação se classificar para a Copa Sul-Americana.

Fonte: Gazeta Press
Postar um comentário