Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 25 de março de 2018

Fluminense faz 3 a 0 no Botafogo e conquista a Taça Rio

  • flutitulo-1.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • flutitulo-5.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • flutitulo-4.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • flutitulo-3.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • flutitulo-2.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • FLUTROFEU.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • FLUABEL.jpgMAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.
  • flubota-13.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-12.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-11.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-10.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-9.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-8.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-7.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-6.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-5.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-4.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-3.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-2.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  • flubota-1.jpgFOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
O Fluminense conquistou neste domingo a Taça Rio ao vencer por 3 a 0 o Botafogo, no Maracanã. Com o título do segundo turno, os tricolores garantiram a vantagem de poder atuar pelo empate nas semifinais do Campeonato Carioca.
O Fluminense foi mais organizado durante os 90 minutos e abriu o placar com Pedro, no primeiro tempo. O Botafogo teve seu melhor momento na etapa inicial quando desperdiçou algumas boas chances de empatar o clássico. No segundo tempo, os tricolores chegaram ao segundo gol com Marcos Júnior. Já nos acréscimos, Jadson decretou o titulo para a equipe das Laranjeiras.
Nas semifinais do Campeonato Carioca, o Fluminense encara o Vasco, na quinta-feira, no Maracanã. Já o Botafogo terá pela frente o Flamengo, na quarta-feira, com a necessidade da vitória para chegar à decisão do Estadual.
O jogo – Mesmo sob forte calor, a final começou em ritmo acelerado, com as duas equipes impondo muita correria. A primeira boa chance de gol aconteceu logo com um minuto. Marcos Vinícius arriscou de fora da área e obrigou Julio Cesar a fazer boa defesa.
O susto não mudou a atuação do Fluminense, que buscava os avanços pelas laterais, sem sucesso. Já o Botafogo voltou a criar boa chance aos nove minutos. Leo Valencia lançou Brenner na área, mas o atacante finalizou pela linha de fundo.
Enquanto só alvinegros tentavam, o Fluminense chegou ao gol em sua primeira chance, aos 12 minutos. Após boa troca de passes, Ayrton Lucas rolou para Pedro na área. O atacante só teve o trabalho de chutar para a rede, sem chance para Jéfferson.
Revés foi sentido pelo Botafogo, que parou de criar boas jogadas no ataque. O Fluminense melhorou na marcação e chegou com perigo aos 19 minutos. Ibañez recebeu passe de Sornoza na área e chutou por cima do travessão.
Os alvinegros só foram finalizar aos 22 minutos, com Leo Valencia. No entanto, a bola passou sobre o travessão de Julio Cesar. Só que este foi o único bom lance alvinegro, que via o Fluminense ser melhor em campo. Os tricolores chegavam com mais facilidade ao ataque, mas pecavam no último passe.
O Botafogo voltou a ser perigoso aos 30 minutos. Primeiro, Moisés chutou de longe, a bola quicou e dificultou a defesa de Julio Cesar, que deu rebote. A bola ficou com Leo Valencia, que finalizou colocado, mas parou no goleiro tricolor. Depois, foi a vez de Marcos Vinícius chutar na pequena área e ver Julio Cesar fazer um milagre. Só que o meia estava em posição de impedimento.
Os lances animaram os alvinegros, que chegaram novamente aos 31 minutos. Leo Valencia foi lançado na área, passou pelo marcador, mas chutou pela linha de fundo.
A partida só voltou a ter emoção nos minutos finais. Aos 42, Pedro aproveitou cruzamento, mas cabeceou para fora, quase ampliando a vantagem do Fluminense. O Botafogo ainda respondeu em dois lances, com Luiz Fernando e Rodrigo Lindoso, só que ambos erraram o alvo. Assim, os tricolores foram o intervalo a frente no placar no Maracanã.
No segundo tempo, o Fluminense voltou melhor e explorou o nervosismo do Botafogo desde os primeiros minutos. Após criar algumas jogadas de perigo, os tricolores chegaram ao gol aos 11 minutos. Ayrton Lucas cruzou para a entrada da área, Pedro escorou de peito para Marcos Júnior. O atacante dominou a bola de frente para Jefferson e tocou na saída do goleiro.
O novo revés fez o Botafogo se lançar ao ataque, mas os alvinegros sofriam coma falta de criatividade. O Fluminense se fechou e só saia nos contra-ataques. Com isso, o jogo ficou concentrado entre as intermediárias. Os tricolores tiveram chance de marcar aos 27 minutos, em cabeceio de Ibañez que parou em defesa de Jéfferson.
O Botafogo, na base da vontade, só começou e chegar com perigo ao ataque na parte final do jogo. Aos 36 minutos, Brenner recebeu passe na entrada da área e chutou sobre o travessão. No último minuto do tempo regular, os alvinegros viram Luiz Fernando finalizar para grande defesa de Julio Cesar. No contra-ataque, Jadson foi lançado, entrou na ;área e tocou na saída de Jéfferson para decretar o titulo da Taça Rio para o Fluminense.
FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 BOTAFOGO
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de março de 2018 (Domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Corrêa Farinha (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Renda: R$ 774.000,00
Público: 22.838 pagantes
Cartões amarelos: Marcos Júnior e Richard (Fluminense); Marcelo e Rodrigo Lindoso (Botafogo)
GOLS
FLUMINENSE: Pedro, aos 12min do primeiro tempo; Marcos Júnior, aos 11min do segundo tempo; Jadson, aos 45min do segundo tempo
FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto (Léo), Jádson, Richard, Ayrton Lucas e Junior Sornoza (Douglas); Marcos Júnior (Pablo Dyego) e Pedro
Técnico: Abel Braga
BOTAFOGO: Jéfferson; Marcinho (Luís Ricardo), Igor Rabello, Marcelo Benevenuto e Moisés; Marcelo (Rodrigo Pimpão), Rodrigo Lindoso, Luiz Fernando, Leonardo Valencia e Marcos Vinícius (Renatinho); Brenner
Técnico: Alberto Valentim
Fonte: Gazeta Esportiva
Postar um comentário