Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 7 de março de 2018

Juventus vira em dois minutos, cala Wembley e elimina o Tottenham

Foto: AFP
Durante 60 minutos, parecia que o Tottenham se uniria tranquilamente aos compatriotas Manchester City e Liverpool na disputa das quartas de final da Liga dos Campeões, dominando a Juventus e vencendo por 1 a 0, com gol de Son. Porém, quase que em uma demonstração física da tão falada “camisa pesada” no futebol, a Juve precisou de dois minutos para virar o jogo por meio de Higuaín e Dybala, assegurando sua passagem de fase nesta quarta-feira, no Wembley, em Londres.
Com o triunfo, a equipe italiana vence pela primeira vez na história em Londres e garante passagem para estar entre os oito melhores do continente europeu, talvez a mais emocionante para o seu torcedor nos últimos anos. O time, que estende a carreira de Buffon na Liga, agora espera a definição dos outros classificados, na semana que vem, para a realização do sorteio que definirá os confrontos.
Do outro lado, os ingleses, que chegaram até a derrotar o Real Madrid, na fase de grupos, terão de trabalhar a dor de perder uma vaga que parecia tão certa pelo ótimo desempenho, atrapalhado justamente pelo hiato em que a Juve conseguiu vencer Lloris.
Pênalti ignorado e gol chorado
O jogo começou bastante equilibrado, com as equipes buscando o gol logo de cara, sem grande trabalho no meio-campo. O primeiro lance de perigo veio para o time da casa, quando Harry Kane ganhou no corpo de Chiellini, invadiu a área, limpou Buffon e, quando parecia que iria reeditar o gol marcado em Turim, acabou chutando na rede pelo lado de fora.
A resposta da Juve foi com o brasileiro Douglas Costa, que encarou a marcação de Vertonghen e foi derrubado pelo belga dentro da área. O juiz, porém, não viu penalidade no lance, para desespero dos italianos. A partir dali, no entanto, os anfitriões tomaram as ações para si, apostando principalmente na velocidade do sul-coreano Son pelo lado esquerdo.
Em duas escapadas, o atacante quase abriu o placar jogando a bola para o seu pé esquerdo e chutando cruzado, mas mandou ambas para fora. Depois, quase como prêmio, recebeu bom cruzamento de Trippier, aos 39, e pegou muito mal, acertando a redonda mais com o pé de apoio. A bola mascada, no entanto, acabou enganando tanto Chiellini quanto Buffon, entrando lentamente no gol da Juventus.
Virada relâmpago dá a vaga aos italianos
O segundo tempo começou com um cenário bastante semelhante ao da etapa inicial, mostrando o Tottenham cada vez mais confortável com a vantagem. Aparentemente sem resposta para o domínio dos locais, o técnico Massimo Allegri mandou a campo Lichtsteiner e Asamoah, abandonando a linha de três zagueiros e liberando mais os laterais para jogar.
A resposta foi imediata. Aos 19, em seu primeiro lance ofensivo, Lichtsteiner recebeu de Dybala e cruzou. Khedira desviou próximo à marca do pênalti e Higuaín, na pequena área, desviou para o gol, empatando o duelo no primeiro chute certo da Juve. Logo na sequência, aos 21, o mesmo Higuaín recebeu no meio-campo e girou, servindo Dybala. O argentino, até então sumido, carregou livre e, cara a cara com Lloris, bateu alto para virar o marcador.
Os londrinos demoraram cerca de dez minutos para absorverem o baque, mas, a partir disso, retomaram a pressão intensa. O empate poderia ter saído dos pés de Son e Eriksen, que mandaram rente à trave de Buffon. No melhor do lances, porém, aos 45, Kane subiu mais alto que Chiellini e cabeceou para o chão. A bola quicou e bateu na trave, correndo em cima da linha até Barzagli afastar e assegurar o triunfo italiano.
FICHA TÉCNICA
TOTTENHAM-ING 1 x 2 JUVENTUS-ITA
Local: Estádio Wembley, em Londres (Inglaterra)
Data: Quarta-feira, 07/03/2018
Hora: 16h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Szymon Marciniak (POL)
Assistentes: Pawel Sokolnicki (POL) e Tomasz Listkiewicz (POL)
Cartões amarelos: Vertonghen, Dele Alli e Dembelé (Tottenham); Alex Sandro, Pjanic, Chiellini, Benatia (Juventus)
Gols:
TOTTENHAM: Son, aos 39 minutos do primeiro tempo
JUVENTUS: Higuaín, aos 19, e Dybala, aos 22 minutos do segundo tempo
TOTTENHAM: Lloris; Trippier, Sanchez, Vertonghen e Davies; Eric Dier (Lamela), Dembele, Dele Alli (Llorente), Eriksen e Son; Harry Kane
Técnico: Mauricio Pochettino
JUVENTUS: Buffon; Barzagli (Lichtsteiner), Benatia e Chiellini; Douglas Costa, Pjanic, Matuidi (Asamoah), Khedira e Alex Sandro; Higuain (Sturaro) e Dybala
Técnico: Massimiliano Allegri
Fonte: Gazeta Esportiva
Postar um comentário