Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 10 de abril de 2018

Salah e Firmino decidem, Liverpool bate Manchester City e avança na Liga dos Campeões

Foto: AFP
Nesta terça-feira, Manchester City e Liverpool se enfrentaram pelo jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões. Após a excelente vantagem de 3 a 0 conquistada no primeiro jogo, o time comandado por Jurgen Klopp não conseguiu jogar no primeiro tempo, sofreu o 1 a 0, mas acabou reagindo no segundo, com gol do jogador mais decisivo do time na temporada: o egípcio Mohamed Salah, os Reds conseguiram o empate em 1 a 1, e após falha de Otamendi, Firmino fechou o placar em 2 a 1, e avançaram à semifinal da Champions. Algo que não acontecia há dez anos, quando inclusive chegou na grande decisão.
A equipe de Guardiola fez um grande primeiro tempo, podendo inclusive ter marcado mais gols. Entretanto, o tento de Salah foi decisivo para as pretensões do time, que sentiu o golpe, e ainda tomou o segundo, marcado pelo brasileiro Roberto Firmino.
Agora as equipes voltam a pensar no Campeonato Inglês. No sábado, o City visitará o Tottenham, em Londres. O Liverpool receberá o Bournemouth.
O jogo – A equipe de Manchester começou a todo vapor no jogo, e após Van Dijk rebater mal, Fernandinho deu belo passe para Sterling cruzar para Gabriel Jesus escorar para as redes, abrir o placar e levar a torcida a loucura.
O Liverpool tentava se encontrar na partida, mas o volume de jogo dos Citzens era muito alto. Aos sete, De Bruyne tentou finalização de fora da área, mas mandou longe da meta de Karius. A marcação do time de Klopp se ajustava, mas pouco conseguia ficar com a bola e sofria com a pressão.
Em 20 minutos de bola rolando, o City dominava todas ações, com posse de bola, e muita agressividade, encurralando o Liverpool para o seu campo, o que dificultava a saída de bola da equipe, que pouco chegava no ataque, De Bruyne teve mais uma boa oportunidade, mas parou no goleiro Karius, que pegou firme.
A pressão seguia forte, Bernardo Silva recebeu na entrada da área, trouxe para a perna esquerda, mas acabou sendo bloqueado na hora da finalização, no rebote, acertou de novo o defensor, mas reclamou com o árbitro, pedindo pênalti em toque de mão, mas o juiz parou o jogo e advertiu o português com o cartão amarelo.
O meia teve outra chance aos 40 minutos, após receber de Gabriel Jesus bateu de canhota na trave. Dois minutos depois, Sané marcou após bate-rebate, mas o árbitro deu falta no goleiro Karius.
A única boa chance dos Reds durante todo o primeiro tempo, foi em excelente passe de Salah para Chamberlain, que ao passar por Ederson perdeu o ângulo e finalizou pela linha de fundo. Após o apito final, Guardiola acabou sendo expulso pelo árbitro por reclamar com o árbitro após o gol anulado, e iria ver todo o segundo tempo nas tribunas.
Ao contrário do que aconteceu na etapa inicial, os visitantes tocavam a bola no início do segundo tempo, e não sofriam grande pressão do adversário. Aos 11 minutos, conseguiram o empate, Mané dividiu com Ederson, a bola sobrou para Salah, que sem goleiro mostrou requintes de crueldade na definição.
Mesmo depois do gol, os comandados de Guardiola tentavam pelo menos ganhar o jogo. Entretanto, cruzavam muitas bolas para a área, fugindo das caraterísticas do time. Das tribunas, o técnico espanhol olhava incrédulo, sem acreditar na eliminação.
Tocando a bola no campo de defesa em busca de espaço, Otamendi falhou feio, entregando nos pés de Firmino, o brasileiro saiu na cara de Ederson e só tocou para o gol, colocando o Liverpool na semifinal. Na reta final, o time de Manchester estava abatido, e tentava pelo menos o empate, mas a partida acabou em 2 a 1 para a equipe visitante, que volta a figurar entre os quatro melhores da Europa.
Fonte: Gazeta Esportiva
Postar um comentário