Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Brasil vence no Mundial de Equipes de Tênis de Mesa e faz história

O Brasil venceu a Croácia, por 3 a 2, no Mundial por Equipes de Tênis de Mesa, na cidade de Halmstad, na Suécia. Em confronto emocionante, com mais de 4h de duração, o Brasil alcançou, com a vitória, o posto entre as oito melhores seleções do mundo e entrou para a história da modalidade. 
Tsuboi é abraçado pela equipe (Foto: Reprodução/ITTF TV)

O confronto só foi decidido na última partida, Tsuboi perdia por 2 a 0, mas conseguiu virar para 3 a 2 e garantir a vitória da equipe brasileira. O próximo desafio em Halmstad acontece nesta sexta-feira (4/5), às 13h, contra a Alemanha. Um triunfo assegura uma vaga nas semifinais e uma inédita medalha.
- Estou sem palavras para descrever a emoção que presenciamos no ginásio. O segredo hoje foi não desistir. Toda a equipe está de parabéns. Desde a fase de grupos, estamos todos jogando mundo bem. É hora de comemorar, estamos entre os oito melhores do mundo, e amanhã tem a Alemanha - lembrou Gustavo Tsuboi.
Os confrontos
No primeiro confronto, Tsuboi perdeu para o croata Andrej Gacina, 39º do mundo, por 3 a 1, apesar da ter jogado de igual para igual, vencendo o segundo set por 14 a 12, depois de fazer seis pontos seguidos para virar o placar.
No jogo 2, Hugo Calderano enfrentou Tomslav Pucar, 89º do mundo, precisando muito da vitória para que a Croácia não aumentasse a vantagem no placar. Calderano venceu o primeiro set por 11/9, porém Pucar buscou o resultado no segundo set, fechando com 11/8.
O terceiro set foi decisivo, o brasileiro se impôs e venceu, de virarada, por 11/9. Calderano fechou a partida com uma paralela e não deu chances para o croata no último set, vencendo por 11/6 e garantindo a primeira vitória brasileira no confronto.
Eric Jouti teve a missão de botar o Brasil a frente do placar. Contra Frane Kojic, perdeu o primeiro set por 11/8, mas repetiu o placar no segundo set a seu favor. O brasileiro não conseguiu segurar o ímpeto croata e perdeu por 3 a 2 a partida.
Calderano e Tsuboi mostram força
Calderano enfrentou Gacina no quarto jogo da série e perdeu o primeiro set por 11/6, mas venceu as duas parciais seguintes por 11/5 e 11/8. Hugo poderia ter garantido a vitória no quarto set, mas Gacina foi agressivo e conseguiu virar a partida que estava em 3 a 1 para 6 a 3 e, com isso, segurou o ímpeto brasileiro, fechando o jogo 4 em 11/7. No set deciso, Calderano foi inconstestável e venceu por 11/3, sem dar chances para o croata.
Com o jogo empatado em 2 a 2, coube a Gustavo Tsuboi o fardo de decidir o destino do Brasil no Mundial. O brasileiro perdeu o primeiro set contra Tomislav Pucar por 11/9, sendo que o jogo estava empatado até o nono ponto. No segundo set, nova derrota, agora por 11/9. Tsuboi, porém, não se rendeu e venceu os dois sets seguintes, com parciais de 12/10 e 11/7. No último set, Tsuboi mostrou força e fechou a partida em 11/9.
Brasil 3 x 2 Croácia
• Gustavo Tsuboi 1 x 3 Andrej Gacina (6/11, 7/11, 14/12 e 9/11)
• Hugo Calderano 3 x 1 Tomislav Pucar (11/9, 8/11, 11/9 e 11/6)
• Frane Kojic 2 x 3 Eric Jouti (8/11, 11/8, 4/11, 11/6 e 7/11)
• Hugo Calderano 3 x 2 Andrej Gacina (6/11, 11/5, 11/8, 7/11 e 11/3)
• Gustavo Tsuboi 3 x 2 Tomislav Pucar (9/11, 8/11, 12/10, 11/7 e 11/9)

Fonte: Lancenet
Postar um comentário