Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 8 de maio de 2018

Chape só empata com Paraná e livra Santos da zona do rebaixamento

Fechando a quarta rodada do Campeonato Brasileiro 2018, Chapecoense e Paraná Clube ficaram no empate em 1 a 1, na Arena Condá, em Chapecó. Com o resultado, os catarinenses, com três pontos, ocupam a 17ª colocação. 
Foto - Sirli Freitas/ACF

Na lanterna, os paranistas somaram seu primeiro ponto após o retorno para a Série A. Se vencesse, a Chape empurraria o Santos para a zona da degola.
Depois de uma apresentação ruim no primeiro tempo, o a Chape abriu o placar aos 16 minutos da etapa final em cobrança de falta perfeita de Arthur Kaike. Carlos, fuzilando no meio da área, deixou tudo igual aos 22 minutos.
Na próxima rodada, a Chapecoense enfrenta o Flamengo, domingo. Novamente na Arena Condá. Já o Paraná Clube encara o Santos, no mesmo dia, na Vila Belmiro.
A partida começou com muito estudo, mostrando um Tricolor com a marcação adiantada, segurando a Chape em seu próprio campo. Aos quatro minutos, contra-ataque paranista, com Silvinho, que disparou o chute pra boa defesa de Jandrei. Aos sete minutos, Carlos foi lançado, tocou para o meio da área e Jandrei saiu para interceptar. Na resposta, Bruno Pacheco tentou o cruzamento e quase surpreendeu David.
O Paraná estava um pouco melhor na partida e, aos 12 minutos, após cobrança de escanteio, Léo Itaperuna subiu para testar pela linha de fundo. Aos 22 minutos, Silvinho recebeu na entrada da área, dominou e tentou o chute colocado no ângulo, direto pela linha de fundo. O domínio paranista aumentava com o excesso de erros da Chape. Aos 24 minutos, levantamento para Jhonny Lucas e testou para uma defesa muito difícil de Jandrei.
Bastante acionado em campo, Silvinho tentou mais uma vez o arremate, aos 31 minutos, mas o chute passou à esquerda da meta. Aos poucos a equipe catarinense saía mais para o jogo, tentando se livrar da pressão. Aos 40 minutos, Wellington Paulista pegou de primeira, por cobertura, e mandou por cima da meta, com perigo.
Para a etapa final, os catarinenses retornaram com Leandro Pereira no lugar de Júnior Santos. A Chapecoense criou sua primeira chance logo no primeiro minuto, com Apodi batendo forte para uma linda defesa de Deivid.
O time da casa estava mais tranquilo, tocando a bola e mantendo a posse. Aos oito minutos, Itaperuna não conseguiu o domínio e, no rebote, Caio Henrique chutou no cantinho, na rede, mas pelo lado de fora.
Wellington Paulista voltou a tentar o gol por cobertura, aos nove minutos, novamente sem sucesso. Mas, aos 16 minutos, Arthur Caike bateu falta com maestria, no ângulo, e abriu o placar na Arena. O Tricolor respondeu rápido e, aos 22 minutos, Carlos recebeu no meio da área e fuzilou para deixar tudo igual.
De muito longe, Guilherme arriscou o tiro, aos 30 minutos, e a bola saiu à esquerda da meta. Aos 33 minutos, cobrança de escanteio e, no meio da confusão, Douglas bateu desequilibrado por cima do gol. 
O Tricolor perdeu Mansur, expulso aos 35 minutos, ao pegar Wellington Paulista sem bola. Aos 40 minutos, Carlos partiu para a jogada individual, mas chutou torto, desperdiçando boa chance. Os dois times, que não venceram por todo o mês abril, seguem sem vitória em maio.

Fonte: Gazeta Press
Postar um comentário