Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 12 de maio de 2018

Cotado, Fagner recebe médico da Seleção

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians
Com o corte de Daniel Alves, cresceram as chances de Fagner ser convocado para a Copa do Mundo. O lateral-direito do Corinthians está em tratamento de uma lesão na coxa direita, sofrida no dia 29 de abril, em jogo contra o Atlético-MG. Danilo (Manchester City) e Rafinha (Bayern de Munique) são os outros cotados para a função de lateral-direito do Brasil na Copa do Mundo.
Fagner vem realizando sessões de fisioterapia em dois períodos diariamente e tem apresentado evolução. Ele acredita que pode iniciar os trabalhos de transição no campo já na próxima semana, mas o departamento médico do Corinthians evita dar um prazo para retorno.
Depois de viajar a Paris para acompanhar a situação clínica de Neymar e também examinar Daniel Alves, a programação do médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, prevê uma visita ao CT do Corinthians no fim de semana.
 Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians
A comissão técnica da seleção brasileira tem uma figura importante nesse processo, o fisioterapeuta Caio Mello, que trabalha no Corinthians. Mas Lasmar quer acompanhar de perto todos os problemas médicos para deixar Tite em condições de anunciar a lista de convocados na próxima segunda-feira.
O lateral-direito sofreu uma desinserção no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Isso significa que o ligamento se soltou de um osso. É diferente do rompimento mais convencional, quando ele parte no meio. Além disso, há uma entorse no joelho.
Tite vai anunciar os 23 convocados para o Mundial da Rússia na próxima segunda-feira, às 14h, na sede da CBF. O grupo se apresentará no dia 21 de maio, na Granja Comary, em Teresópolis.
O Brasil disputará dois amistosos, nos dias 3 e 10 de junho, contra Croácia e Áustria, respectivamente. A estreia na Copa do Mundo será no dia 17, diante da Suíça.
Fonte: G1
Postar um comentário