Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 22 de maio de 2018

Figueirense goleia, vai ao G-4 e evita que o CSA chegue à liderança da Série B

Com objetivos diferentes nesta 7ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, CSA e Figueirense enfrentaram-se na noite desta terça-feira, no estádio Rei Pelé, localizado em Maceió.
CSA e Figueirense se enfrentaram no lotado estádio Rei Pelé (Foto: Morgana Oliveira/RCortez/Ascom CSA)

Mesmo atuando longe de seus domínios, o Figueira não tomou conhecimento e, na casa dos alagoanos, conquistou o resultado de 4 a 1, chegando assim aos 12 pontos somados, assumindo momentaneamente a quarta colocação. 
Já o Azulão acabou estacionando nos 15 pontos, porém mantendo-se ainda na segunda colocação, dando possibilidade para que Fortaleza possa abrir vantagem na liderança da Segundona.
Motivado pela presença do público que lotava as arquibancadas do estádio Rei Pelé, o CSA tentou imprimir velocidade em seu campo de ataque logo no início de jogo.
No entanto, mesmo com a pressão inicial, o Figueirense não deixou abater-se e, aos 4 minutos, Renan Mota, que substituiu Maikon Leite de última hora, tratou de abrir a contagem, aproveitando o rebote no chute na trave de Gustavo Ferrareis.1 a 0.
Apesar da desvantagem, o time alagoano pareceu não ter sentido o gol sofrido. Com isso, os comandados de Marcelo Cabo partiram pra cima do adversário, e, aos 13 minutos, chegou ao empate. Em um lindo chute de fora da área, que contou com desvio da marcação, Didira acertou o ângulo do goleiro Denis. 1 a 1.
Após igualar o marcador, o confronto passou a ficar mais equilibrado. No entanto, as descidas de ambos os times pouco ofereciam perigo dando alívio às respectivas defesas.
Até os os acréscimos, o panorama do confronto manteve-se igual. Se por um lado o CSA tentava não dar chances ao time catarinense, por outro, os comandados de Milton Cruz apostavam em bolas lançadas em profundidade para seus atacantes, mas todas sem sucesso.
Voltando para a segunda etapa com as mesmas formações, alagoanos e catarinenses mantinham-se na esperança de ficar à frente no placar. E que se deu bem foi o alvinegro. Aos 7 minutos, aproveitando cruzamento de João Lucas, Jorge Henrique, sem marcação, cabeceou pro fundo das redes de Alexandre. 2 a 1.
E o Figueira, aproveitando o bom momento, partiu pra cima do rival. Com isso, aos 10 minutos, Henan, aproveitando a troca de passes no campo de ataque, bateu na saída do arqueiro do Azulão para marcar. 3 a 1.
Mesmo com algumas alterações feitas, os comandados de Marcelo Cabo pareciam ter sentido o fato de ver o Figueirense ter aberto uma boa vantagem no jogo, não conseguindo ser efusivo em suas descidas até meados dos 40 minutos.
Sem mostrar poder de reação, o CSA ainda viu o alvinegro chegar ao quarto gol, aos 44. Após o chute de Gustavo Ferrareis acertar a mão do zagueiro Roger dentro da área, o atacante André Luis, que havia entrado minutos antes, bateu sem chances para o goleiro. 4 a 1.
Com uma grande folga no placar, o Figueira praticamente administrou a posse de bola nos acréscimos, dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final no jogo. 

Fonte: Lance
Postar um comentário