Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Lyoto admite susto ao ver que luta contra Belfort abrirá o card principal: "Surpreso" "Dragão", que atua neste sábado, no UFC Rio 9, nega que tenha ficado chateado por não integrar os dois últimos combates da noite - geralmente os mais relevantes da edição

Por Ana Hissa, Ben-Hur Correia, Marcelo Barone e Raphael De Angeli, Rio de Janeiro
Lyoto Machida e Vitor Belfort são os nomes mais expressivos do UFC Rio 9, evento marcado para este sábado, na Arena da Barra. Os ex-campeões do Ultimate, porém, não estão escalados para os confrontos mais nobres da noite e abrirão o card principal, atrás de quatro lutas.
Sincero, Lyoto Machida, ex-campeão dos meio-pesados, admite que ficou surpreso ao não estar sequer na co-luta principal, visto que a luta principal será válida pelo cinturão, entre a campeã dos galos, Amanda Nunes, e Raquel Pennington.
Brasileiro será o adversário de Vitor Belfort, na última luta do contrato do "Fenômeno"  (Foto: Marcelo Barone)Brasileiro será o adversário de Vitor Belfort, na última luta do contrato do "Fenômeno"  (Foto: Marcelo Barone)Brasileiro será o adversário de Vitor Belfort, na última luta do contrato do "Fenômeno" (Foto: Marcelo Barone)
- Olha, assim... Em primeira mão, quando recebi tudo isso, fiquei surpreso. Quando o UFC nos leva para algum lugar para divulgar a luta, abrir a venda de ingressos, a luta é o main event ou co-main event (luta principal ou co-principal). Então, achava que era isso. As pessoas perguntam: "Você ficou chateado?". Eu não fiquei chateado, só não estava entendendo. Não fui divulgar a luta? De repente, faz a primeira luta (principal) do evento... E depois entendi a estratégia do UFC, de trazer gente para o estádio desde o início, uma abertura boa, que possa chamar bastante. Isso não importa muito. O que importa é que estou tendo uma grande oportunidade de lutar no meu país, contra um grande adversário, de nome, uma lenda do esporte. Eu quero aproveitar, curtir o momento - declarou, em entrevista exclusiva ao Combate.com.
Em sua última luta, contra Eryk Anders, no UFC Belém, dia 5 de fevereiro, Lyoto Machida adicionou o mestre de caratê Vinício Anthony ao seu time. O técnico havia trabalhado, anteriormente, com Vitor Belfort, o que pode ser um trunfo para o "Dragão".
- Ajuda bastante, porque todos nós temos uma forma de lutar que carregamos durante anos. Claro que pode modificar certas coisas, mas não dá pra mudar toda a essência, e saber onde a pessoa pode acertar ou errar facilita o camp. De forma alguma estou desmerecendo o camp do Vitor, que foi muito bom, mas me ajuda ele conhecer um pouco o lado do Vitor. Ele trabalhou poucas lutas com o Vitor, sabe mais ou menos do jogo dele, mas não conhece profundamente, como o Carlson Gracie conheceria se estivesse com ele até agora.
Carateca acredita que ex-técnico de Belfort pode ajudá-lo a mapear o oponente (Foto: André Durão)Carateca acredita que ex-técnico de Belfort pode ajudá-lo a mapear o oponente (Foto: André Durão)Carateca acredita que ex-técnico de Belfort pode ajudá-lo a mapear o oponente (Foto: André Durão)
O estilo agressivo de Vitor Belfort, segundo Lyoto, pode ser um ponto a seu favor, afinal, atua no contra-ataque. Quem ganha, no entanto, é o público, que verá um duelo travado em pé.
- Não vou dizer que me favorece, mas é um bom casamento de luta para o público, uma coisa que se encaixa. Veremos quem está melhor no momento, quem consegue capitalizar. Eu treinei bem, me preparei bem e espero que aconteça da forma como tenho treinado. Estou recebendo a luta de uma forma legal, ainda mais fazendo parte da história do Vitor. Não quero levar a luta para o lado emocional. Quero trazer a razão, e não a emoção. O Vitor é duro, vai fazer frente, não importa se está se aposentando ou não. São dois brasileiros, no Brasil, essa luta vai ser histórica, assim como outras que aconteceram no passado e marcaram o esporte.
O Combate transmite o UFC Rio 9 ao vivo, na íntegra e com exclusividade a partir das 19h (de Brasília) deste sábado. O Combate.com transmite as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo e acompanha o restante do evento em Tempo Real.
UFC 22412 de maio, no Rio de Janeiro
CARD PRINCIPAL (a partir de 23h, horário de Brasília):Peso-galo: Amanda Nunes x Raquel Pennington
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Kelvin Gastelum
Peso-palha: Mackenzie Dern x Amanda Cooper
Peso-galo: John Lineker x Brian Kelleher
Peso-médio: Vitor Belfort x Lyoto Machida
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h15, horário de Brasília):Peso-médio: Cézar Mutante x Karl Roberson
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Júnior Albini
Peso-leve: Davi Ramos x Nick Hein
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Sean Strickland
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Sultan Aliev
Peso-médio: Thales Leites x Jack Hermansson
Peso-meio-médio: Alberto Miná x Ramazan Emeev
Peso-médio: Markus Maluko x James Bochnovic
Postar um comentário