Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 13 de maio de 2018

UFC 224: Lyoto aposenta Vitor Belfort com nocaute espetacular

Vitor Belfort pendurou as luvas com um gosto amargo na boca: o gosto do pé esquerdo de Lyoto Machida. Na luta que abriu o card principal do UFC 224 – também chamado de UFC Rio 9 – o Dragão fez valer sua habilidade no caratê para conectar um pisão frontal e nocautear o compatriota no segundo assalto. 
O resultado marcou a última luta da carreira do ‘Fenômeno’ que deixou suas luvas no centro do octógono anunciando sua aposentadoria.
“Tudo na vida tem um começo, meio e fim. Vou deixar minhas lutas aqui porque acho que cheguei ao fim. Agradeço pelo carinho”, afirmou Belfort.
Se o resultado marcou o fim da carreira de Vitor, o triunfo pode ser a reafirmação de Machida. O ex-campeão dos meio-pesados após acumular três derrotas seguidas entre 2015 e 2017, volta a emplacar dois triunfos consecutivos em 2018.
O combate entre Lyoto Machida e Vitor Belfort começou estudado. Os dois lutadores, que são conhecidos pelo poder do contragolpe, demoraram mais de um minuto para soltar o primeiro ataque. Durante todo o primeiro round, Machida apostou nos pisões frontais e chutes nas pernas, enquanto Belfort tinha rápidas explosões combinando cruzados. 
Em um destes chutes de Lyoto, Vitor segurou o golpe e tentou socar no contragolpe, mas o ataque passou de raspão. O assalto terminou com poucos golpes conectados e algumas vaias do público.
No início do segundo round, a torcida que até o momento estava dividida, tomou partido de Belfort. Com gritos de ‘Olé, olé, olé Vitor, Vitor’, o público tentava empurrar o veterano. Dentro do cage, Machida continuava pisando na linha de cintura, enquanto Belfort apostava no contragolpe com combinação de dois golpes.
No primeiro minuto do segundo assalto veio o desfecho sensacional. Com a base de caratê, Machida aplica um lindo chute frontal, o golpe vaza a guarda de Vitor e conecta em cheio no queixo. Belfort foi ao chão já nocauteado. Em respeito ao rival, Lyoto se ajoelhou junto ao corpo de Vitor nocauteado (veja o vídeo abaixo).
O golpe lembrou dois momentos marcantes da carreira dos atletas. O nocaute sofrido por Belfort diante de Anderson Silva, em fevereiro de 2011. Já Lyoto venceu um rival de forma parecida. no UFC 129, em abril de 2011, Machida nocauteou Randy Couture e também aposentou o norte-americano
“Muito obrigado a todos, muito respeito ao Belfort, que fez muito pelo esporte e merece nosso respeito. Amanhã é Dia das Mães, essas mulheres que nos fizeram e nos dão muito amor. 
Hoje tive a felicidade de ser melhor do que ele. Nunca podemos dizer que somos melhores um dos que o outro. Hoje fui melhor e consegui essa vitória. Eu esepava vintando, esperando acontecer. Eu vi a brecha e acertei o golpe. Michael Bisping, ainda estou esperando por você. Se você quiser se aposentar, lute comigo”.
Resultados do UFC 224 Rio:
Card principal
Peso galo: Amanda Nunes derrotou Raquel Pennington por nocaute técnico a 2m36s do R5
Peso médio: Kelvin Gastelum derrotou Ronaldo Jacaré na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)
Peso palha: Mackenzie Dern finalizou Amanda Cooper com um mata-leão a 2m27s do R1
Peso galo: John Lineker derrotou Brian Kelleher por nocaute a 3m43s R3
Peso médio: Lyoto Machida derrotou Vitor Belfort por nocaute a 1m do R2
Card preliminar
Peso médio: Cézar Mutante finalizou Karl Roberson com um katagatame a 4m45s do R1
Peso pesado: Alexey Oleynik finalizou Júnior Albini com um Ezequiel a 1m45s do R1
Peso leve: Davi Ramos finalizou Nick Hein com um mata-leão a 4m15s do R1
Peso meio-médio: Elizeu Capoeira derrotou Sean Strickland por nocaute a 3m12s R1
Peso meio-médio: Warlley Alves derrotou Sultan Aliev por nocaute técnico (interrupção médica) a 5m do R2
Peso médio: Jack Hermansson derrotou Thales Leites por nocaute técnico a 2m10s do R3
Peso meio-médio: Ramazan Emeev derrotou Alberto Miná na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)
Peso médio: Markus Maluko finalizou James Bochnovic com um mata-leão a 4m48s do R1

Fonte: Super Lutas
Postar um comentário