Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sábado, 23 de junho de 2018

Flu aposta em histórico de base de Marcelo Oliveira

LEO BURLÁ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)
Sem Abel Braga, o Fluminense flertou com Zé Ricardo, namorou com Dorival Júnior, mas casou mesmo com Marcelo Oliveira, sem clube desde que deixou o comando do Coritiba.
Ainda que cada um dos três guarde consigo algumas particularidades, uma característica une os três treinadores: o histórico de trabalho com jovens jogadores e o aproveitamento da base, traço que caracterizou a última passagem de Abel pelo Flu.
Em um clube sem dinheiro para investir, o gosto pela lapidação e revelação de garotos foi característica número 1 na hora de definir o perfil do substituto de Abel no cargo. Após a recusa dos dois primeiros, pesaram a experiência e o histórico de divisões inferiores que Oliveira traz. Antes de iniciar sua trajetória em equipes principais, o mineiro de Pedro Leopoldo trabalhou anos nas categorias inferiores do Galo.
"A escolha, além do currículo vitorioso, se deu pelo bom histórico em trabalhos com jogadores jovens, uma das características do atual grupo tricolor", ressaltou o Flu, em comunicado oficial.
Seus trabalhos mais recentes, no entanto, não são exatamente marcados pelo aproveitamento de muitos jovens talentos, mas foi ele quem abriu espaço para garotos como Mayke e Lucas Silva no Cruzeiro bicampeão brasileira em 2013 e 2014.
Após passagem vitoriosa pela Raposa, chegou ao Palmeiras. Na campanha vitoriosa da Copa do Brasil de 2015, ajudou a consolidar Gabriel Jesus no Palmeiras, mas nem o troféu foi suficiente para a sua continuidade no clube. Depois, no Atlético-MG, seu trabalho foi considerado ruim mesmo com o vice da Copa do Brasil. No Galo, lançou zagueiro Gabriel, que até hoje figura entre os principais jogadores do elenco alvinegro. Já no Coxa não teve sucesso ao apostar na experiência e foi rebaixado à Série B em 2017.
Na sua primeira experiência nas Laranjeiras, Marcelo irá encontrar um elenco recheado por garotos revelados em Xerém, casos de Matheus Alessandro, Pedro, Douglas e Pablo Dyego. A expectativa no clube é a de que o período de recesso durante a Copa do Mundo seja suficiente para que o time já apresente uma melhora no retorno do Brasileiro.
A apresentação do novo comandante está marcada para a próxima terça-feira. No mesmo dia, Paulo Angioni fará o seu primeiro pronunciamento como diretor de futebol do clube.
Postar um comentário