Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Ida de Fred para o United pode ajudar Atlético-MG a segurar Róger Guedes

Bruno Cantini/Atlético
VICTOR MARTINS
BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS)
O Manchester United confirmou a contratação do meia Fred, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 55 milhões de euros (cerca de R$ 240 milhões). Por ser um dos clubes formadores do jogador, o Atlético-MG tem direito a receber parte do valor, de acordo com o mecanismo de solidariedade da Fifa. O dinheiro vai chegar em ótimo momento para a diretoria atleticana, que trabalha para segurar Róger Guedes na Cidade do Galo.
O mecanismo de solidariedade foi criado pela Fifa para recompensar e incentivar os clubes formadores de atletas. Com a ida de Fred para a Inglaterra, mesmo que ele não tenha atuado profissionalmente pelo Atlético, o clube mineiro tem direito a receber uma parte. O jogador da seleção brasileira ficou pouco mais de quatro temporadas no Galo, dos 12 até os 16 anos, o que certamente vai render mais de R$ 2,8 milhões ao Atlético. O valor correto depende do tempo exato do vínculo que Fred teve com a equipe alvinegra.
A diretoria alvinegra pretende usar esse dinheiro para manter Róger Guedes por mais tempo em Belo Horizonte. Artilheiro do Campeonato Brasileiro com seis gols, o atacante atleticano já despertou o interesse de clubes estrangeiros. A diretoria Palmeiras foi comunicada pelo empresário do atleta que o Al-Wehda, clube da Arábia Saudita que levou o técnico Fábio Carille e o meia Rómulo Otero, está de olho no camisa 23 do Galo.
O Palmeiras detém 25% dos direitos de Róger Guedes, mas é quem tem a palavra final sobre o futuro do jogador -o Criciúma é dono dos 75% restantes. Em caso de uma proposta estrangeira, que deve chegar nos próximos dias, o Atlético tem o direito de igualar o valor. Caso isso aconteça, a preferência na negociação será do clube mineiro.
Para evitar o risco de perder seu principal jogador no Brasileirão e ficar apenas com uma taxa de vitrine, em caso de negociação de Róger Guedes com algum clube estrangeiro, o Atlético já se antecipou o procurou o Palmeiras para negociar a parte do clube paulista. Uma primeira proposta foi feita e já recusada. A diretoria atleticana planeja uma nova investida, antes dos árabes ou demais interessados.
O contrato de empréstimo do atacante ao Atlético não tem os direitos fixados, portanto é preciso negociar para chegar a um acordo. Em 2016, o Palmeiras pagou R$ 2,5 milhões por 25% do atacante, que tem vínculo com o Galo até dezembro.
Postar um comentário