Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Jorginho relembra 34 jogos invictos e identidade em retorno ao Vasco

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)
Jorginho concedeu sua primeira entrevista como novo técnico do Vasco. Nesta quinta-feira, o comandante foi apresentado pelo presidente Alexandre Campello ao lado do também novo coordenador técnico Paulo César Gusmão.
O comandante não escondeu sua felicidade ao tomar o microfone pela primeira vez. Ele relembrou o período de invencibilidade de 34 jogos ocorrido na passagem iniciada em 2015, quando o Vasco foi rebaixado para a segunda divisão.
"Estou muito feliz. Feliz de retornar a uma casa onde tive historia maravilhosa e conquistado dois títulos como atleta: Brasileiro de 2000 e Mercosul 1999. Depois vim como treinador em 2015, momento extremamente difícil. Que bom que não chego da mesma forma. Mas em momento que há muita dúvida em relação ao potencial. Vou dizer que vamos surpreender quem desconfia. Sabemos do potencial desse grupo", disse Jorginho.
"Torcedores me param na rua e lembram dos 34 jogos de invencibilidade que tivemos. "Poxa, vamos reviver aqueles bons momentos". É tudo que queremos também. Vamos trabalhar muito para fazer isso", completou o novo treinador.
SAÍDA DE ZÉ RICARDO
O presidente do Vasco Alexandre Campello explicou o porquê de Zé Ricardo ter sido demitido do cargo. Segundo o dirigente, o ex-treinador não conseguiu lidar com a pressão criada pelo momento conturbado. Além disso, ele explicou as escolhas por PC Gusmão e Jorginho.
"Zé Ricardo tinha nossa confiança, mas não conseguiu dar sequência ao trabalho. Jorginho foi minha primeira escolha, sempre conversando com meus vices. Pesou trazer alguém que seja identificado com o Vasco. Sabe como tudo funciona aqui. Escolhi o PC Gusmão. Um dos profissionais que mais trabalhei no futebol. O conheci atleta, depois treinador de goleiro, auxiliar e técnico. Tem conhecimento profundo do mercado e poderá contribuir. É um planejamento que visa aproximar ainda mais a base do profissional", explicou Campello.
"Junto com o PC Gusmão pensamos em um treinador e foi o Jorginho o primeiro nome a surgir. Já trabalhei, fomos campeões juntos no Vasco. Identificação com o clube pesou muito. Teve ótimos resultados aqui no Vasco", concluiu.
Postar um comentário