Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Após adeus de Balbuena e Sidcley, Andrés diz que mais atletas poderão sair

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)
O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, declarou que mais atletas poderão deixar o clube neste período de Copa do Mundo. O time alvinegro negociou Balbuena e Sidcley para times europeus e liberou Kazim para se transferir para o futebol mexicano.
Em entrevista após a vitória contra o Grêmio, 2 a 1, neste domingo (8), em Itaquera, o mandatário corintiano alegou que atualmente não é possível competir com mercado internacional. A crise financeira que atravessa o clube aumenta a necessidade de se fazer caixa, frisa o presidente do Corinthians.
"Infelizmente, o futebol internacional vem com dólar a quase R$ 4, com euro a R$ 4,5... É muito difícil segurar. Não é desprezo, mas qualquer time pequeno de fora vem para pagar € 1,5 milhão ou pouco mais, que é R$ 7 milhões para os clubes [brasileiros]", disse. "Até o fim da janela internacional os clubes vão correr riscos."
Nos casos de Balbuena e Sidcley, Andrés comentou que não havia como cobrir as ofertas. O lateral foi negociado para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia. Os direitos pertenciam ao Atlético-PR, mas o Corinthians tinha preferência para cobrir a oferta. No caso de Balbuena, o West Ham pagou a multa contratual, de € 4 milhões.
"O valor do Sidcley estava em contrato. O Corinthians poderia cobrir, mas mais de € 4 milhões não dava para cobrir". "O [interesse do West Ham no] Balbuena chegou no sábado de manhã. Infelizmente é a lei."
Paralelamente às perdas no elenco, Andrés avisa que o Corinthians segue monitorando o mercado. Ele não deu nenhum nome de atleta que está sendo observado. Andrés negou que o Corinthians esteja interessado em Paulo Henrique Ganso, do Sevilla.
"Se, infelizmente, sair [mais algum atleta] nós vamos repor."
Postar um comentário