Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

quarta-feira, 4 de julho de 2018

"O monstro está saindo da jaula", diz Breno em recado aos vascaínos

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) 
Com talento reconhecido, mas interrompido muitas vezes por lesões e por sua prisão na Alemanha após incendiar a própria casa, Breno se avalia "na ponta dos cascos" no período de treinos que o Vasco realiza em Pinheiral, no interior do Rio de Janeiro.
O zagueiro tem treinado entre os titulares com o técnico Jorginho e parece estar curado de sua última cirurgia no joelho direito. De acordo com o defensor, o "monstro está saindo da jaula".
"Eu estou me sentindo muito bem. É muito bom quando você está treinando sem dor e trabalhando firme junto com todo o grupo. Eu passei muitos momentos na fisioterapia, chegava de manhã e só ia embora de noite, foram meses complicados, mas tudo isso ficou para trás. É claro que tenho sentido um pouco essa batida da intertemporada, com treinos de manhã e de tarde, mas o cansaço é normal. O recado que deixo para o torcedor vascaíno é que ele pode ficar tranquilo, pois o monstro está saindo da jaula", disse ao site oficial do clube.
Breno tem formado a dupla de zaga nos treinos com o jovem prata-da-casa Ricardo, de apenas 21 anos. No grupo ainda há Miranda, de 18 anos. O convívio com a garotada tem servido para o zagueiro passar sua experiência de anos na Europa, inclusive defendendo o poderoso Bayern de Munique (ALE).
"Procuro conversar bastante não apenas com os dois, mas também com os outros garotos. É claro que converso mais com os meninos da parte defensiva, até porque costumo trabalhar mais perto do Ricardo e do Miranda. Eles gostam bastante de mim e sempre me perguntam algumas coisas. Eu estou sempre aberto ao diálogo e disposto a ajudar em tudo que eles precisarem. Esse convívio me faz também aprender algumas coisas. Sou macaco velho na gíria do futebol, mas não é por isso que não tenho o que evoluir. O futebol é uma lição, um aprendizado", avaliou.
Postar um comentário