Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 27 de julho de 2018

São Paulo se irrita com arbitragem no Sul e cobra mais critério da CBF

A delegação do São Paulo demonstrou bastante irritação com a arbitragem do confronto contra o Grêmio, em Porto Alegre, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, na noite desta quinta-feira.
O São Paulo saiu na frente com tento de Diego Souza, mas Everton, com um gol em cada tempo, virou a partida para os gremistas.
O time paulistano foi derrotado por 2 a 1, de virada, e apontou dois problemas. O primeiro foi a quantidade de cartões recebidos pelos jogadores são-paulinos. Arboleda, Éder Militão, Hudson, Everton e Rojas foram punidos. Os três primeiros estavam pendurados e terão de cumprir suspensão automática contra o Cruzeiro, no domingo.
"A gente lamenta ter perdido três jogadores para o jogo contra o Cruzeiro. No caso do Hudson nem foi falta. Ele pegou a bola e tomou cartão. Com 38 minutos do primeiro tempo a gente já tinha três jogadores com cartão.
Não foi por isso que perdeu, é claro. O Grêmio teve seu mérito. Mas é algo que nos preocupa. Contra o Flamengo tivemos o Araruna expulso injustamente. 
Diante do Corinthians sofremos um gol de mão. Sorte que a gente já estava com três a zero. São detalhes que preocupam. E o critério dos cartões nos incomodou", disse Raí, diretor de executivo do São Paulo.
"O meu cartão foi injusto. Minou a gente. Já estava com uns caras pendurados. Então imagina: você está pendurado e ainda toma o vermelho. Foi difícil, mas não vamos jogar a carga só no juiz", completou Hudson.
A outra reclamação da delegação tricolor ao deixar a Arena do Grêmio foi com a origem dos integrantes de arbitragem. Só para citar o trio desta noite, o juiz Grazianni Maciel Rocha e os assistentes João Luiz Coelho de Albuquerque e Thiago Henrique Neto Correa Farinha são todos do Rio de Janeiro.
No triunfo por 3 a 1 contra o Corinthians, no último sábado, a arbitragem também era carioca.
Como o São Paulo briga pela ponta do Brasileiro com o Flamengo (31 a 29 pontos), dirigentes e jogadores avaliaram que faltou mais cuidado por parte da CBF ao fazer a escala de árbitros para os duelos do time paulistano.
"Vale a pena pensar em todos esses critérios porque no próximo jogo o árbitro também é carioca. As pessoas responsáveis têm de pensar nesses aspectos", disse Raí.
"Difícil falar de arbitragem. Até porque você acaba pegando uma suspensão depois por alguma coisa que fala. Mas árbitro do Rio contra nós, sabendo que o Flamengo tá na frente é difícil para caramba", disse Hudson.
O próximo compromisso do São Paulo no Brasileiro será contra o Cruzeiro, no domingo, em Belo Horizonte.

Fonte: ESPN
Postar um comentário